quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Sopros da Vida


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ --------------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------


Sopros da Vida


Pensamentos se perdem no meio das incertezas... Dúvidas pairam no ar... Prá qualquer lugar que se olhe só há o vazio, o nada...

Na ansiedade da busca perfeita exigimos além do que se pode entregar... E na euforia das paixões, cometemos os delizes e os enganos.

Mas na maturidade do amor, aprendemos a perdoar a nós e aos outros... Compreendemos que é melhor encontrar a paz e a felicidade.

Neste instante mágico, é como um renascer... Embora cercados de tantas improbabilidades, as esperanças começam a brilhar intensamente.

Não, não são as dúvidas que transportam os ventos, são as certezas de que não somos o nada e sim o tudo... Tudo que se perpetua na imensidão e se perde no infinito.

Onde o agora é só o princípio, do que ainda esta por vir.


Nice Aranha
Sereia Noturna  


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ --------------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------

sábado, 29 de novembro de 2008

Sonho Realizado


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Sonho Realizado

Se te quero, por favor não duvides,
Mesmo que teime, não deixe a distância,
Nos afligir com sua prevalecência,
Ainda que provisória, sobre nós olvides.

Porque se preza sentir tão opimo,
E que sobre nossos corpos entregues,
Reais e totais ao amor sempre te vergues,
Submisso, como eu ao teu amor me arrimo!

Vedes em meus olhos o teu semblante,
Incontestável viver desejado,
Quando nos braços do meu namorado.

Vedes meu úmido lábio, radiante,
À espera do beijo há tanto aguardado,
No momento de glória então marcado!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Recital de Amor



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Recital de Amor

Me faço poeta, por entre teus versos,
Versando teu corpo pelos meus dedos,
Entrelaço as rimas, descubro segredos,
Em deleito nos teus poemas diversos!

...................................................................(Loucopoeta)

E ainda repousa esta dor e os desejos,
De serem eternos sentir profanos,
De amor perderem-se ao passar dos anos,
Na volúpia intensa... Nossos sobejos!

....................................................................(Nice)

A sintonia se faz, feito uma orquestra
Onde dois corpos vibram em arranjos
depois descansam sem asas, dois anjos.

.....................................................................(Andreia)

Arpejos juntam-se a melodia mestra,
Compassos devidamente marcados,
Reúnem-se ao coro do amor, vassalos.

....................................................................(Nice)



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Muito além


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Muito além

O telefone não toca, silêncio...
A mensagem que não chega,tortura...
A saudade que me ronda, aventura,
Trazer a dor que sangra... Sodalício,

de amantes sem tempo, sem fim, sem ócio,
Desesperados por contatos, toques,
Da esperança, certa, sem quaisquer por quês,
Atrevidos seres, de amor em vício.

Desperdícios tolos que não se admitem,
Na urgência do sentir que explode e grita,
Enquanto na alma torra, queima e agita,

A ansiedade total dos que permitem,
Que dois corações, que num só palpita,
A eternidade deseje e conflita.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Traço de Amor



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Traço de Amor

Num canto qualquer neste coração,
Finca-se o sentir mais forte e profundo,
Sorrindo e devagar contando ao mundo,
Belezas e glórias... Que sensação!

Pedaço, que pulsa, tanta sedução,
Sentimento que ao meu olhar é jucundo,
A ele lentamente, apura, e me fundo,
Glórias e belezas... Quanta emoção!

Rendidos aos encantamentos nossos,
Perdemo-nos em longo e terno abraço,
Com amor irremediável me engraço,

E na fascinação dos olhos vossos,
Deitado, meu rosto no seu regaço,
O amor na sua pele macia, eu traço...

Nice & Loucopoeta


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Suspiros de Amor



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Suspiros de Amor

Verte da alma o amor que sangra, perdido,
Entre tal marasmo e o instante perfeito,
Na forma insana, trancado no peito,
Neste leito, do sentir oprimido.

Sentimento que o olhar traz sentido,
De sentir ainda calor de teu corpo feito,
Difundido no meu em tanto deleito,
Neste leito, de amor rendido.

E assim entregues marcamos suspiros,
Prazeres tantos, outrora oprimidos,
Jorram o êxtase, deste amor eterno!

Oh prazer, que entrelaça nossos respiros,
Sentimentos que tornaram a ser nascidos,
Avivando, nosso amor poderoso e terno!

Nice & Loucopoeta


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Sem medos


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Sem medos

Dos desencontros fiz os meus encontros,
Comigo mesma, com a natureza,
Com toda graça e toda esta beleza,
Que une almas e corpos, entre deleitos.

Você em mim, faz-me mais tua, acredites!
Eu em você, assim me completo, certeza.
Sentimentos nossos em correnteza,
Nossa esperança sem quaisquer limites.

Em trocadas letras tão mal traçadas,
Cheias de amor são então regadas, nascidas,
De infinitude repletas e certas,

As emoções intensas e perfeitas,
Que se conjugam sempre por receitas,
E justificam as nossas entregas!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Amor Verdadeiro!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Amor Verdadeiro!

Padece a alma que agora aflora e canta,
Bem e mal que a felicidade aponta,
Sabendo ser chama que se desponta,

Realidade, nua e crua que tal infanta,
De norte a sul do amor nem se desconta,
Lágrima e riso que a alegria conta.

Tal infância nossa, na aurora idade,
Só tem sentido, com a maioridade!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Um estranho no MSN


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Um estranho no MSN

Entre tarefas e criações,
Vagava na net sem direção.
Respondia um ou outro recado,
Brincava e admirava...

Mas insistente chamado,
Hora e outra, me era estranho,
Quem é você de onde o conheço?
Qual nada, novo galanteio.

Mais um disse eu. Espertalhões!
Falo um pouco, mudo a intenção,
Destes já vi um bocado,
Pensava, e acreditava!...

Porém você vinha afinado,
Dominando, acreditando, me dando banho,
Mudando meu rumo, meu endereço...
Acertando meu coração em cheio!

E aos poucos nossas ligações,
Moviam toda nossa emoção.
O sentir crescia, era ramificado,
Enquanto falava, intensificava.

Hoje o estranho é meu amado,
Meu homem, eterno namorado...
E enquanto por você sou amada,
Sou mulher, realizada!

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Sem hipocresia


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Sem Hipocresia


Teu olhar queima minha pele,
Que em chamas clama teu corpo.
Teus lábios úmidos sorriem,
E ardentes colam nos meus...

Sedução, magia, que dele,
Reflete o desejo, que de torpo,
Nada tem... Apenas riem,
Das fantasias, fariseus...

Pois que, o amor contagia,
Aventuras mil descortina,
Nossos corpos suados,
Se embolam e deitam cansados.

Vivemos assim a euforia,
Paixão e tesão, nossa sina.
E exaustos e realizados,
Cedemos aos sonhos abençoados.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 15 de novembro de 2008

Quando brota o Amor



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Quando brota o Amor

Aos poucos retiramos os espinhos,
Que teimam e vêem nesta rosa brotar.
Enquanto nós sabemos, tal sublimar,
É do amor, afagos, regalos e sonhos.

................................................................. (Nice)

E vamos desbravando mais caminhos
E preparando as terras pra plantar,
Que a terra faça a semente brotar
E que as sementes sejam de carinhos.

..................................................................(Camélia)

Raízes de amor, que muito se atreve,
Em ramificar, o coração que deseja
Amar, quanto o amor tanto lhe deve...

..................................................................(Loucopoeta)

E que este canto não, não seja breve,
E da vida nunca se afaste, esteja,
Tão junto este amor, sempre forte e leve!

................................................................. (Nice)


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 9 de novembro de 2008

De todos apenas um!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


De todos apenas um!

De todos que vieram apenas um sobrou,
Mas de todos que disseram, só você, amou...
Se entre os prantos, a alegria encontrar, será,
Porque a vida eternamente, se dará,
.............................................................................(Nice)

De todos que vieram apenas um chorou,
O amor que nas lágrimas, só ele, derramou...
Gotas transparentes, que sempre brilhará
Cristais de amor, que de amor em mim fará,
.............................................................................(Loucopoeta)

E se de todos que vieram apenas um,
No coração aporta e tua morada faz,
É porque total felicidade jaz!
.............................................................................(Nice)

E se de todos que vieram, um te é comum?
Ele rompeu tuas felizes lágrimas de paz,
Com o amor, que no olhar ele traz!
.............................................................................(Loucopoeta)


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Um só!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

Um só!

Sou tão tua, meu amor,
Como minha, ainda sou.
Sem em mim, o teu amor,
Nada mais se vislumbrou.

Mas sei sim, o teu sabor,
É só meu de mais ninguém.
E sentir este fervor,
Só eu vou... E você vem,

Pros meus braços, alcançar,
Nosso amor concretizar...
Uma história de paixão,
Bem maior que o coração!

Um desejo tão ardente,
Que parece transparente,
Verdadeiro e tão real,
Há de ser fenomenal!

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Serena Madrugada


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Serena Madrugada

Escrevendo a madrugada
Por insonia amparada,
Traço linhas e riscados,
Em meu peito sufocados.

Vou tingindo o amanhecer,
Com este amor a entender.
De tão grande e intenso,
Na eternidade tão pretenso!

Raia o dia, e eu acordada,
Ainda sonho encantada,
Com o beijo que me deu,
Com o amor que em nós nasceu!


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 1 de novembro de 2008

Enquanto você não vem


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Enquanto você não vem


Enquanto você não vem
Arde o corpo que anseia o contato com o teu,
Nos mares que te guardam à distância,
Sinto a intensidade do desejo e a vontade,
Que de tão tua já não cabe mais em mim,
E que viaja pelos ventos para te alcançar.

Enquanto você não vem
Reclama a alma que não vive sem você,
E que só em ti, encontra toda a fragrância,
Do amor deleite, pela eternidade,
Que de tão nossa, infinito azul afim,
Vem pelo universo nos abençoar.

Enquanto você não vem
É apenas o vazio, o nada meu,
Que sobrevive na esperança, dia a dia,
De nos teus olhos ver-me, felicidade,
Na chegada hora que não tem fim,
E permaneceremos a nos amar!

Enquanto você não vem
Guardo o meu melhor e todo prá você,
Pois só em ti encontro a alegria,
De ter a vida e a qualidade,
Que do amor, somente dele sim,
Pode-se perder e a cada dia raiar!


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Nosso Amor


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Nosso Amor

Sentir teu sopro nos meus ouvidos,
A tua boca a beijar meu pescoço,
Neste nosso gemido, sentir teu quente corpo,
Sentir teus braços a rodear os meus,
As tuas mãos a me tocar os seios,
Que de desejos ardem feito fogo,
Enquanto as tuas pernas, brincam com as minhas,
Meus lábios sedentos, se viram para os teus,
E nossas línguas que se querem tanto,
Trocam intensos beijos, cheios de tesão.
Enquanto tuas mãos, envolvem minha cintura ,
E num afã de delírios, me levam para ti...
É quando então, as nossas vontades,
Se juntam num mesmo espaço-instante,
E nos deitamos, sobre o nosso sagrado leito,
E fazemos amor, até adormecer!


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Giros de Amor e Paz


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Giros de Amor e Paz

No paraíso destes nossos sonhos,
O presente nós vamos escrevendo,
Deixamos o amor ir nos envolvendo,
E nos entregamos assim risonhos.

E no frenesi de tantos suspiros,
Sentindo na pele tantos arrepios,
Juntamos os corpos quentes e arredios,
No envolvente momento em que há giros,

giros de riso, de alegria tão fatais,
giros felizes, muito intensos, e iguais,
ao imenso e forte giro que o mundo faz!

giros de luz, cheios de vida, que seduz,
no mesmo giro, que a tal paixão conduz,
Ao giro mesmo, deste amor que quer paz!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Não me importo, mas...


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Não me importo, mas...

Não me importo com o que pensem,
Mas me importo com o que sentem.

Não me importo com riquezas,
Mas me importo com as tristezas.

Não me importo com as crenças,
Mas me importo com as descrenças.

Não me importo com a morte,
Mas me importo com a vida e a sorte!

Não me importo porque faço,
Mas me importo, e se necessário, desfaço.

Não me importo se me entendem,
Mas me importo se não compreendem.

É, eu não me importo se foi ou serás,
Mas me importo com o agora, verás!

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Três Tempos



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Três Tempos


Hoje é um novo dia,
O passado já se foi,
E o futuro não chegou.

Trago então a alegria,
Um cantar de alforria,
Emoção que se há de ter.

E então nos contagia,
Doce e bela fantasia,
De real, sentir, viver.

Hoje é um novo dia,
O passado já se foi.
E o futuro? Não chegou.

Mas é uma maravilha,
Sempre linda a vida é,
Quando desperta a sensação.

Por não sermos uma ilha,
Solidariedade, é o que se quer,
Quando se tem - um coração!

Hoje é, um novo dia.
O passado, já se foi.
E o futuro? Não chegou...

Porém, eu te garanto sim,
Uma estrela vai brilhar,
E um novo dia, vai raiar!

Porque nunca existe um fim,
Se a eternidade é o par,
Da felicidade de se dar.

É, hoje é, um novo dia!
O passado, já se foi...
E o futuro? Ah! Ainda não chegou!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 28 de outubro de 2008

É você!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


É você!

Fiz um castelo com meus sonhos,
Nele me guardei inteira,
Dia e noite sempre bela,
Esperando por você.

Nas doces águas mornas,
Da cascata dos encantos,
Banhei-me o corpo e a alma,
Delirando por você.

Navegando mar adentro,
Rumo certo ao horizonte,
Devagar eu fui chegando,
Bem mais perto de você.

Ao voar por entre nuvens,
Viajando nas ilusões,
Realidades encontrando,
Fui pousando em você.

Escrevendo e digitando,
Fantasias e verdades,
Pouco a pouco fui querendo,
Me entregar só prá você.

Mas na corrida desta vida,
Na loucura dos desejos,
Caio em terra e te confesso,
Estou amando, e é você!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Reencontro Marcado


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ --------------


Reencontro Marcado


Que peça prega a vida em nosso destino, depois de distância sentida, aflora presença há tanto sonhada.

Eis que nossos corpos se amam, nossas almas clamam, e nossos corações descompassam até entrarem no ritmo. Os sonhos, de outrora tão reais e próximos, agora.

Não são mais ilusões, feitiços, magias, apenas; são mais, são verdades, realidades, encantos e prazeres tantos, que nos perdemos entre diversos planos. De ser futuro o presente instante, na eternidade à perder-se infinito.

Não ser memória, mas escrever história, de realizar reencontros, tão desejados e por demais esperados.

Se o querer aumenta a cada dia mais, a admiração confessa progredir constante, e se, sem ter você refletido em meu olhar, não quero mais viver.

É bom demais saber, e ouvir tua voz dizer, que é o mesmo tom, que tocamos distantes, juntos, próximos e sempre unidos.

Porque só há um sentir que se revela intenso e nos faz crianças, felizes e bobos,

o AMOR!


Nice Aranha
Sereia Noturna


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ --------------

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Padece não!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Padece não!

Navegando o mar das aflições,
Malfadados tristes corações,
Batem descompassados agitados,
Por um carinho, desesperados.

E nas ondas destas buscas,
Mais aflitas e mais bruscas,
Vão e vem com as marés,
Risos, choros, em revés.

Maresia que entontece,
O sentir que nossos corpos,
No calor nos entorpece,
Suados seres em farrapos.

Mas a mareta rejuvenesce,
Novas ondas vem trazendo,
E dois corpos vão vivendo,
Infindo amor que não falece!

Nice Aranha


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Porvir


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Porvir

Quando as estrelas forram o chão, sempre a brilhar,
Mais são confessas as razões de nosso viver,
Tu e eu, passamos então, a brincar, nos atrever,
Pelo jardim do faz de conta nos embolar.

Onde a esperança faz inveja, a tal saudade,
Partilhamos nós, real sentir do amor, alegria,
Fantasia que se vive, no dia a dia, contagia,
Vivemos nós, a tal dita, cumplicidade.

Entre os cantos e encantos, a sedução florir,
Os nossos lábios se tocando em sútil beijo,
As suaves notas dos arpejos vão colorir,

quando o teu calor vier e se deitar sobre mim.
Se de tristeza já não lembro, nem desejo,
Felicidade é o que viveremos até o fim!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Fértil Sentir


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Fértil Sentir

Pratico a espera de meu desejo,
Na labuta errante de meu anseio.
Enquanto em meu peito alto lampejo,
Registra a vontade em teu ser esteio.

Vazios escudos de um tempo passado,
De lado deixado pelo bem aprovado,
Eis que renasce a chama ardente,
de onde outrora vivia uma dor estridente.

E enquanto verso fato dito profano,
Entre riscados de sentir, não engano,
Tão forte pulsar em minha alma assombras,
É o amor que fecundo renasce das sombras.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Regressiva Contagem


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Regressiva Contagem

Enquanto a água escorria em meu corpo,lenta,
Devagar registrava o desejo tanto,
Que em meu peito faz morada. Entretanto,
Ainda é pouco, inteiro não se apresenta.

Passam os dias e as horas que eu já conto,
Uma a uma prá te encontrar. E ainda assim, tarda,
Tal a eternidade... E desesperada,
A vontade louca, teima, faz ponto.

Insiste e torna cruel toda esta espera,
Que a cada dia se resume então grita,
Tô chegando, as horas passam. Reflita,

Seremos um só infinito, que esmera,
Neste horizonte perfeito que agita,
A alma, o corpo, a vida, a razão aflita!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 19 de outubro de 2008

Reencontro


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Reencontro


Se não mais sozinha eu me encontro, respiro
Puro e doce ar de quem tem no peito amor.
Do passado esquecido, morta a dor,
Porque te trago, assim comigo - inteiro!

Presente de luz, cheio de carinho ardor,
No peito que salta aos olhos nosso sentir,
E que faz de nossa alma forte emergir,
Explosão que se vive, intenso calor!

Nos afagos promessos - revelamos,
Existir no porvir mais do que sonhos,
A realidade que nos entontece!

Enquanto a espera nos deixa em delírios,
Vontade margeia nos corpos arrepios,
Do encontro e reencontro que então acontece!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Nosso Direito


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Nosso Direito

Uma dor bate no peito,
E fico assim sem efeito,
O corpo caído no leito,
Saudade que não tem jeito.

De tudo que tenho feito,
Confesso não ser perfeito,
Mas por ti quero ser aceito,
Viver amor escorreito!

Nice Aranha
Seria Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 12 de outubro de 2008

Nosso Entrecho


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Nosso Entrecho

E quando vem a noite, ao cair do dia, viajo,
Por entre o sonho e a realidade que eu faço,
Nesta esperança de te ter neste espaço,
Entre corpo e alma, completo meu...Reajo,

Ao toque doce, de teus lábios ávidos,
De tuas mãos a deslizar em minha pele.
Quando nossas vidas, num momento sele,
As tuas e as minhas juras. Comprometidos,

De fazer e refazer a trajetória,
E de pouco em pouco contar nossa história,
Entre um verso e outro, sermos nós, um do outro,

E neste canto, nos perdemos tão loucos,
Em sentimentos fortes que não são poucos,
Nos entregamos tais, e ainda queremos mais!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Primavera de Sonhos


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Primavera de Sonhos

Se algum dia, real foi, o sentimento por mim,
Versado e recitado, bem cravado,
Em forma de vida e magia abençoado,
Há de ser eternamente o meu jardim,

De flores perfumadas, tão repleto,
De carinho, amor e bondade, farto.
De tolices e sonhos que não parto,
Regados do sentir que predileto,

Adubo no dia a dia desta saudade,
Que finge não ter lembrança, vontade,
De ver a primavera, sorrir, florir!

Mas, não brota, a flor ainda não plantada,
Como não cresce, a vitória anunciada,
Senão, houver semente para emergir!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 28 de setembro de 2008

Meu porto!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Meu porto!

Eu hoje sou o que espero,
Um barco voltado pro mar...
Viajando por onde quero,
Livre, como mariposa à voar...

Amo-me acima de tudo,
E busco tudo que anseio...
Meu sentimento profundo,
Encontrar meu sossego...

Nice Aranha - 2007
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Quão tua seja


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Quão tua seja

Se teu amor em mim faz moradia, peço,
Não deixes nunca, a casa tão sozinha,
Alegre-a sempre, deixe-a arrumadinha,
Que eternamente em ser tua, sim, me apreço!

E a minha alma que agasalha a tua, veja,
É bem mais minha, quando a tua me chega.
E de tanto amor, sentir quase se cega,
Nos teus carinhos dorme, quão tua seja!

Nesta marcada, vai a si, revelando,
Enquanto entregues, ambos se mostrando
Este imenso amor vai se confirmando,

Em furtivos gestos de amor progresso,
Nestes desejos tais, que te confesso,
No infinito certo, forte o arremesso!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Tic, tac, 1,2,3!


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Tic Tac 1,2,3!


Sou o passado que não findou,
O presente que não lhe dou.
Mas sou futuro que não chegou,
Ou ainda o presente que lhe restou.

Em sendo o que serei e fui,
Saudade que ainda flui,
Presente que evolui,
Esperança que se conclui.

Sim, quem sabe antes, agora,
O sentimento que aflora,
Ser pela vida afora,
Sempre amor...Não se demora!

Lindo passado que não findou,
O presente que ora lhe dou.
Sendo o futuro que não chegou,
E este presente que eu lhe dou.

E sempre sendo o que serei e fui,
Nossa verdade que ainda flui,
Nosso sentir que evolui,
Na confiança que se institui.

E em todo tempo, antes, agora,
Nosso futuro que então aflora,
Não deixa longe, nem mesmo fora,
O nosso amor que nos devora!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Nas Nuvens


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Nas Nuvens

Se minha tristeza se fez em nuvens,
O amor que seria para vida inteira,
Num remoto instante, tão passageira,
Apenas só, a lua, vem. Mas se tu me tens,

e dentro de teus braços, nos faz reféns,
Estrelas e lua, tão tuas... Mensageira,
apenas de amor, esta noite faceira,
Trazem os céus, para terra. E então nos deténs,

na angústia secreta desta saudade,
Por um momento de brilho, vontade,
Gerar o firmamento, mais que tolice!

Se era pra ser somente raridade,
De um momento apenas, nossa verdade,
Nas nuvens, nossa alegria. Que mesmice!

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Tua sereia mulher


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Tua sereia mulher

Existe um lado que é fera,
Briga e luta até entrega.
Mas um lado é como anjo,
Notas suaves deste banjo.

Meiga e dócil, sedutora,
Frágil, esperta, amadora.
A mulher que tanto queres,
Vive ao sabor dos mares.

Num cantar de enfeitiçar,
Muitos versos à traçar,
É sereia e mulher,
A verdade que quer!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ              ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Meu Verso


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Meu verso

Preciso de um verso,
Que seja controverso,
Que fale do adverso,
E me deixe bem imerso.

Preciso do controverso,
Do que não é adverso,
Prá me manter imerso,
Ao redigir este meu verso.

Parece mesmo adverso,
Entregar-me assim imerso,
Nos riscados deste verso,
Deste jeito controverso.

Mas ainda que imerso,
Nas linhas deste verso,
Morte, vida, controverso,
Destes nunca me adverso.

Prá findar então eu verso,
Amor, ódio, controverso,
Mesmo sendo o adverso,
Tema faço, vou imerso!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Pena Capital



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Pena Capital

Os lábios se encontram,
As mãos deslizam em relevos,
Teu calor entre meus braços,
Nos gemidos nossos ais...

Nos carinhos que se trocam,
O exaltar de tais desejos,
São mais meus, os teus pecados,
De amor tão naturais.

E quando de prazer se fartam,
Entre os ofegantes suspiros,
Se abrasam nossos corpos,
No suplício que quer mais!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Meu Alento



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Meu Alento

Quando a paisagem lá fora nos faz viajar,
No olhar que sonha e quer te encontrar,
Num eterno instante, perdido no sempre,
No momento exato, etéreo e perfeito.

Quando o sol ou a chuva, qualquer estação,
Não importa se a razão cede à sedução,
E nesta ocasião o amor se cumpre,
É o tudo e o nada, que eu quero infinito.

Neste espaço, onde somos mais que perfeitos,
No ninho de encantos, que tu me deites!
Onde se completa em chamas, nossos deleites.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 13 de setembro de 2008

Para que a gente possa



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ          


Para que a gente possa

Se me permito agora te libertar,
É porque te tenho já, dentro de mim,
E se salgada gota, desliza assim,
Pela face, deixando um rastro no olhar,

É porque no meu peito faz morada,
Um sentir tão quente que em chamas brilha,
Tornando a vida, amor, que maravilha!
Deixando no coração tua parada.

Vem, pousa e se instala perfeitamente,
Vem, domina o melhor que de mim se extrai,
Vem, entra se apodera e nunca mais sai.

Fica, prá não ter de pensar, motivos,
Fica, prá não ter que ir e depois voltar,
Fica, prá que a gente possa se amar!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ 
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Difícil é não...


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Difícil é não...

Difícil ficar sem tocar,
Sem sentir o gosto e saber...
Que dói o desejo preso,
O carinho que não se dá,
O beijo que não se troca,
A vontade que não se consome,
O calor que não se apaga.

Difícil ficar sem falar,
Em teus ouvidos murmurar, e ter...
Um coração ainda ileso,
Sem a ferida da saudade, cá,
A lembrança doce que sufoca,
O anseio forte que não some,
Este amor em forma de adaga.

Difícil mesmo é ficar sem amar,
Não sentir a vida vibrar, e ser...
Solitário no mundo sem peso,
Oco, vazio, sem tom, sei lá,
Arredio, perdido, sem abrir a boca,
Sem gritar com toda a força, a fome,
De ter um êxtase... Alguém que afaga!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Lampião de Amor


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Lampião de Amor

Suspeito, talvez algoz, mas intenso,
O sentimento que invade e devora,
Forte, sedento, qual safado aflora,
Um risco, de fato, desejo imenso...

No carmim dos anseios fatal pretenso,
Enlevo de contos, pedaços juntos,
Que murmuram por você e mim, adjuntos,
No leito, em deleito, mortal convenço,

Teus beijos procuro, e exausta me rendo,
Aos carinhos, prazeres, te querendo,
Completamente ao amor tão derradeiro,

Nua em pele e alma, em teus braços me prendendo,
No eterno, aprazer, de te ter, vivendo,
E seguindo entregues, vivaz candeeiro!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Um dia depois de ontem



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Um dia depois de ontem

Se foi num passado remoto ou perto,
No jogo, a batalha de nossas glórias,
Que travamos o sabor das vitórias,
Duelo brilhante, não sei bem ao certo,

E se o cúpido de longe, bem esperto,
A flecha lança, nos vem às memórias,
Momentos impolutos, fiéis histórias,
Que aos poucos, contigo vivo. Te acerto!

Trago tão próximo coração aberto,
Úmidos lábios, primas trajetórias,
Mudo discurso, nossas oratórias,
Se rendem a paixão, razão inverto,

Em teu amor, eu me entrego, me converto,
E ao prazer rendo, juras promissórias!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 7 de setembro de 2008

O Beijo Primeiro


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


O Beijo Primeiro

Inocente, suave e intenso sentir brota,
E devagar cede a candura ao desejo,
Entre as palavras tão curtas, bem expostas,
O poder que verte e laça nosso beijo.

Se verdade ou sonho seguimos a rota,
E juntos nos abraçamos em festejo,
Corpos se tocam, dançam. Façam apostas!
Se prossegue ou morre o forte lampejo.

Não importa o que foi e virá, se suporta,
Se o sol e a lua iluminam este cortejo,
Secreto e profundo, que fere, bem corta,
Mas também comporta um doce e fiel arpejo.

Onde sucessivas, rápidas vontades,
Selam beijos eternos, felicidades!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Retorno Eterno



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Retorno Eterno

Se eu me deixar levar pela pureza,
Da cristalina alma que me devora,
Se eu te amar além do que eu sinto agora,
Se no distante, presente a certeza,

Ser o colorido, final que aflora,
Na tua estrada, dito poder que emana,
Ser a mulher, amante, e tão humana,
Tua criança, idosa, magistral embora,

Caliente e forte, tal chama arquejante,
Descompassa o termo, arrepia meu corpo,
Junto ao teu, ambos assim, eterno torpo,
Embebecidos, de amor flamejante!

Eis-nos aqui unidos, reféns confessos,
Num mesmo tempo, de sentir regressos.

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 30 de agosto de 2008

Reminiscência



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Reminiscência

Vou tentar partir de um novo começo,
Entre os desejos repetidos beijos,
Os meus e os teus, nossos segredos juntos,
Emoção tão louca que não tem preço.

Levando sempre entre profundos versos,
Fundamento certo, de amor intenso,
Esperar comprometimento imenso,
E atrevemo-nos, a viver conversos.

De dor, de riso, choro e alegria findos,
De sonhos e verdades não esquecidos,
E em nossos corpos bem mais que aquecidos,
No prazer imerso e tesão vividos!

Ir reescrevendo toda nossa história,
Onde seremos mais, real a memória!

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Revelação



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Revelação

Um olhar então trocamos,
E as palavras proferimos.
Mas quando nos despedimos,
Uma dor foi nos ferindo.

De repente nos tocamos,
Que nós dois nos decidimos,
Um pelo outro, nos pedimos,
Emoção que vem surgindo.

Tantos dias nos topamos,
E de tantas coisas rimos,
Mas enquanto nós dormimos,
Foi o tempo expandindo.

Será tarde, demoramos?
Ou há tempo de abrirmos,
Corações e alma, e irmos,
Sedução nos auferindo?

Volte logo, nos amamos,
Não adianta mais fugirmos,
Melhor mesmo reagirmos,
O amor ir descobrindo.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Armaria "in love"



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Armaria "in love"


Perdida, pelejo neste mundo atroz,
Enquanto silente permanece a voz,
Desencadeando gritos, abafados,
Que em glória ergue, desejos teus trancados.

Insídia, entre o amor e a guerra, ditos,
Que não sei, são glórias ou então, malditos.
Sentimentos tolos ou fortes, peço,
O improviso certo, deste começo,

Onde elevo vida e a esperança eu crio,
Falando em versos, este sangrar em brio.
Ir ver renascendo, entre o calor e o frio,

Aplaudidos laços, de amor infindos,
Não mais merecem, zelos tão fingidos,
Sendo a arma agora, de amor protegidos.

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Entrelaçar



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Entrelaçar

Nestas minhas mãos ainda pesam,
Toda esta responsabilidade.
E nas delicadas mãos se deitam,
A tal forte dor, desta saudade.

Enquanto neste peito se guardam,
O amor e a eterna felicidade.
E os nossos lábios certos se esperam,
Em uma total cumplicidade.

Faço dos versos meu alento. Jorram,
meu sentir e desejo, ansiedade,
Os olhos refletidos, raridade.

Onde as almas juntas então se amam,
Concretizando nossa verdade,
Sermos nós um só, fatalidade!

Nice Aranha

Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Amizade



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Amizade

Na virtual esfera dos acontecimentos,
Entre letras e pensamentos,
Fomos aos poucos construindo momentos,
Onde a amizade, consolidou sentimentos.

Agora parte somos dos testamentos,
De durar em vida e morte, atrevimentos.
Sinceros elos, reais crescimentos.
De vitais comprometimentos.

Manter acessa chama, sem aprisionamentos,
De felicidade eternos contentamentos,
Ser estima, fiel, os envolvimentos.

Agora, à noite um sonho presto, encantamentos,
sorrir, chorar, viver, amar, sem sofrimentos,
Vai meu desejo de alegria, paz em rendimentos!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Meu Rei?



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Meu rei?

Serei ou não, ainda não sei,
Da alegria toda a magia,
Se com você me deitei,
No sonho e verdade. Noite e dia.

Paixão, emoção, amor, direi,
Depois de um tempo, poesia?
Só então, de certo, saberei,
Se juntos seremos a melodia.

Harmonioso arpejo fechei,
Se meu rei em mim se fia,
Nos compassos, que toquei,
Minha alma se alumia.

Prá findar o solo, eu dei,
na bandeja coração, vadia,
Quer saltar do peito, é lei,
Entregar-se ao amor, não mais tardia!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Efígie




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Efígie



Faço de nossos sonhos a esperança,
Exata medida entre a vida e a magia,
No sorriso que dos meus lábios, plagia,
A sincera inocência ainda criança.

Insisto nos moldes, amor em lança,
E persisto seguir esta fantasia,
Que de tão viva em meu peito, tal energia,
Em verdade expande-se na confiança.

De ser o meu ser em teu ser, a alegria,
Misturando este efêmero e infinito,
Numa moldura de arte em minhas mãos.

Teu semblante que a inspiração contagia,
Nesta sedução que eu então me permito,
E me entrego toda, sem quaisquer nãos.



Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Amor Sobejo





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Amor Sobejo

Sinto o corpo em chamas, desesperado,
No transcorrer da noite, paulatino,
pelo encontro com o teu, alucinado,
Desalinho feito, meu amor atino.

Juízo certo, que sou predestinado,
E em tuas curvas, o meu fervor latino,
A ti é devoto, todo enamorado,
No futuro então, entrego-me, patino...

A sua mercê, inteiro na eternidade,
Na canção, tal harmonia, futuro arpejo,
Aprendendo a sedução em nosso beijo.

Caliente, ardente, tal felicidade,
Se perde na esperança do desejo,
De ser prá sempre, nosso amor sobejo!

Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 16 de agosto de 2008

Da Noite pro Dia





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Da Noite pro Dia

 
O cansaço chega depressa, acena,
olhos se fecham, o sono se impõe,
enquanto esta jovem poeta compõe,
alguns pequenos versos... Noite amena,

poucas estrelas descortinam. Céu,
vasto entre o azul e a escuridão. Repouso,
o corpo exausto cede ao apelo, um pouso,
na imaginação e ilusão do sonho. Léu,

de viajar no eterno, todo impossível,
transpondo barreiras, tornando viável,
cortando as saudades, felicidade!

E livrando-se das amarras, crível,
encontrando o amor sereno confiável,
na esperança do dia, fatalidade!



Nice Aranha

Sereia Noturna





 ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sábado, 9 de agosto de 2008

Âncora do Amor





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



Âncora do Amor



Quero viajar por entre os sonhos,
Perder-me toda na fantasia,
Refrescar-me nestas ilusões,
E embebedar-me nesta magia.


De sentir teu amor em mim viver,
Noite e dia, bel prazer, realizar...
E o meu em ti, prá sempre escrever,
Eternamente, só a ti, hei de amar.


Ao velejar por estes mares,
Salgadas águas a nos banhar,
Prá na areia fina nos aportar.


Sangrar a alma, em teus cantares,
E sentir o arrepio no corpo ao ar,
Enquanto nos cobre, a onda do mar.



Nice Aranha
SereiaNoturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Alvorada do Amor




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



Alvorada do Amor

Não eram falsas todas as minhas juras,
E nem mesmo ingênuas, nem impensadas.
Como eram boas e felizes, loucuras,
De amor tão forte, bem representadas.

No sincero sorriso, nossas curas,
Entrelaçados destinos, mãos dadas,
Juntas por sorte as nossas travessuras,
Uniam almas em lindas alvoradas.

Onde a candura, faz morada e brilha,
Corações se acoplam na eternidade,
E se perdem nesta cumplicidade,

Razão se filia a emoção, quando trilha,
E ruma em busca da felicidade,
Onde tu e eu seremos, complexidade.



Nice Aranha
Sereia Noturna


 ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------


segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Súplica de Amor





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



 Súplica de Amor


Ó meu amado, onde andas, que eu não te vejo,
E se quando chega a noite eu adormeço,
Desejando o sentir que eu não sobejo,
Mas que em meu leito, te quero e mereço.


Ó meu amado, sei que tu, me procuras,
E tens; tens por mim, muito mais que apreço,
Me encontras em tuas insanas loucuras,
Devaneios que eu sorvo em breve lampejo.


E na esperança de sentir teus olhos,
Sobre meu corpo pesar, eu te rogo,
Venhas, não tardes demais, venha logo.


Quero num mesmo compasso o epílogo,
Ser apenas o marco dos inícios,
Princípios tantos, deste amor, em vícios!


Nice Aranha

Sereia Noturna



 ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Inefável





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Inefável

Eu sinto na pele, em cada pedaço,
Brilhar a natureza em mim... Seduz,
a alma, arde o fogo, calor, abraço,
Que devagar me dominando, induz.

De repente neste pequeno espaço,
Senti-me inteira, completa, cheia de luz.
E desvencilhando-me do embaraço,
Todo e qualquer carregado como a cruz.

Então refiz projetos, viajei à tempo,
De voar nos sonhos e sem contratempo,
Alcançar os meios, descobrir desejos,

Navegando, não como passatempo,
Só para viver, este ardil momento,
Ser inefável, ao sabor dos beijos!

Nice Aranha

Sereia Notuna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Sonho de Poeta





Sonetos Comunitários
Comunidade do orkut



Sonho de Poeta (Nice)

Eu sonhei um dia amanhecer poeta
Escrever versos e cantar o amor
Viver palavras, ser um trovador,
pois que essa, então, seria minha meta. (Ilnea)

Sonhei um dia proferir a seta,
De cúpido alado, meu riscado,
Cantando a cor, e o semitonado,
Aumentando sempre o amor que afeta. (Nice)

Inundando corações, com emoções,
Fortes e ardentes, assim surpreendentes,
Num canto riscado, sobre o papel. (Nice)

Num canto suave: frases, orações,
Em cuja palavra há corpos e mentes,
Assim, docemente, me sinto no céu! (Dete)

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Para recriar



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Para recriar


Para recriar
É preciso tempo,
É preciso espaço.
É preciso um feito,
Este teu pedaço.

Para recriar
É preciso ainda,
Saber sobre a vida,
Entender de sonhos,
Ter a alma limpa.

Para recriar,
É preciso mais,
Tem que viajar,
Entre o que era antes
E o que virá depois...

Para recriar,
É preciso ser,
Presente viver,
Saber escrever,
E viver prá amar.

Para recriar,
É preciso dar,
Mais do que criar,
Também respeitar,
E até adivinhar!

Nice Aranha

Sereia Noturna



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Convite do Amor




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Convite do Amor


Nos espaços deixados no passado,
Traçando a sorte, vem nosso presente,
E prendendo-nos num abraço ardente,
Faz emergir infindo sentir alado,

Que voa na imensidão sem fim, brado,
Do melhor sentir que há em mim, sente,
Este amor que jorra e espalha contente,
Tornando-nos um só e lindo riscado.

Onde os traços do bem então confessam,
Ser a amizade o princípio de tudo,
Mas ser o depois melhor não me iludo.

Reunindo as dores e cores, encantam,
Nos passos futuros, que o amor,acudo,
Em teus braços entregue, então desnudo!

Nice Aranha

Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Tempo meu?





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

Tempo meu?

Que tempo é esse que passa e engraça,
Que não me permite sonhos e farsas,
Que sempre se faz de graça,
E nos torna aliados, comparsas?!

Se ele corre, eu corro junto,
Se ele pára, fico inerte.
Mas mesmo assim adjunto,
Eu passo ele fica, continua. Converte.

Nice Aranha
Sereia Noturna

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Sonhos Coroados




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ





Sonhos Coroados

Viajei nos teus olhos e adentrei tua alma,
Busquei na essência, viver intenso amor,
Mas para meu cruel enredo o desabor,
Apenas a migalha, mentira crua.

Porém, o meu teor é simples verdade.
Acordei e recriei as vontades todas,
As mais sinceras, ingênuas e tolas,
As mais ardentes, sem a falsidade.

Revesti meus sonhos de realidade,
E fiz da história um conto de fadas,
Nós dois no eterno, temos as mãos dadas.

Cabendo agora, só felicidade,
Onde outrora, não havia nada. Todas
As luzes e esperanças, são coroadas!



Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Música da Vida





Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut



Música da Vida 

Tempos de outrora, nostálgicas lembranças (M. Olívia)
Os passados idos, em brumas e flores,
Tempos de agora, adoráveis presenças,
Sutis glamoures de quem vive de amores. (Nice)

Há esperanças que superam crenças
Como há saudades que provocam dores
Mas mergulhar em águas muito densas
Não rouba do arco-íris suas cores. (Ilnea)

E balançando todas as diferenças,
Fazemos a graça, damos tom a vida,
Praticando atos, rumo à nossa partida. (Nice)

Entre os compassos, todas nossas avenças,
Em simples acordes, a melodia lida,
Neste formato a música, é preferida. (Nice)

Liberdade sem Endereço




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Liberdade sem Endereço 

Borboleta sobre a flor. Raridade
em toda cor, desenhada com amor. (Nice)
Lambe o fruto da dor. Saudade
voa a cidade sem ter viço e ardor. (Nina)

Mas para a nossa vil perplexidade,
Sai do casulo exibindo seu esplendor...
Trazendo de volta a felicidade,
Onde outrora, exibia apenas horror. (Nice)

Voa agora, altiva e robusta... Vontade,
de ser do futuro, renascimento,
Verdadeiro e sincero, sentimento! (Nice)

Voa plena em círculos e astuta
singrando os ares de belo adereço
Solta sem rumo sem ter endereço... (Nina)

Suave Calmaria




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Suave Calmaria (Nice)

Acordo procurando inspiração
Lá fora, ouço vozes de crianças
Meu coração já pleno de esperanças
Encontra a rima cheia de paixão. (Camélia)

Enquanto sinto tal forte emoção,
Eu trago no peito, doces lembranças,
Buscando da vida, minhas bonanças,
Justiça, amor e fé; mor devoção! (Nice)

É pleno o frescor das primaveras
Que de pequeno torna-se adulto
No vulto onde encontra as quimeras (Lin)

Não deixem de esperar um lindo dia
Aonde ser feliz não seja um pulo
Mas rota onde se clame a poesia (Lin)

Trilhas das Madrugadas




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Trilhas das Madrugadas (Nice)

Os sóis do mundo inteiro envolveram
A esfera dos teus olhos de alegria
Trilhas de anos-luz me entreteram
Em fartos quiprocós de vinha e ia... (Lin)

Mas a luz que vem da covardia
É brilho cinzento, sem encanto
Quando descobrem seu manto
Sem rosto a escuridão não alumia...(Loucopoeta)

Quem poderá tecer no tempo
O encontro das almas enamoradas
Que pairam suas asas pelo vento (Lin)

Não há censura, nem contratempo,
E na sedução das madrugadas,
Os corpos se embriagam em alento. (Nice)

Horizonte Môr




Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut



Horizonte Môr

Foi no encontro da montanha, céu e mar, (Nice)
Num grande beijo unindo a natureza
Que foi possível ver tanta grandeza
Que os mortais não cansam de louvar. (Camélia)

Grandeza esperta, secreta, que vou ousar,
Na armadilha ingênua de tua pureza,
Prestar a mais absoluta certeza,
Da entrega aprestas, a minha alma cantar! (Nice)

E contemplando assim, a imensidão
Sentindo-me integrada ao universo
Conjugo e rimo amor, neste meu verso. (Camélia)

O môr que de meu peito em explosão,
Contagia sem que haja o teu reverso,
E por onde então eu me perco imerso! (Nice)

Adagas de Amor



Sonetos Comunitários
Comunidade POESIA BOA ESTA NA CABEÇA do orkut




Adagas de Amor


Uso as palavras como armas brancas
Armas de amor, fé e muita esperança
Com adagas em forma de lança,
Corações não precisam, retrancas

Palavras serenas, frases amenas
Ecoando pelos ares, tempo induz,
Rumando aos mares, o vento conduz
De volta à terra, frases apenas

Destas palavras, eu faço poesia
Que levam amor, paz ou fantasia
Aos corações, de amor necessitados.

E ainda escrevo, rezo em tal primazia,
Unindo sentir como anestesia,
Escaninho amor tal, em segredos!

Nice, Xikin e Camélia

Canto das Luas




Soneto Comunitário
Comunidade SÓ TROVAS do orkut



Canto das Luas


Haverá um dia em que duas luas brilharão?
Como mágica a nos enfeitiçar,
Nos farão perplexos, admirar,
E em duas sendo, numa só imensidão, (Nice)

Farão vagar os pensamentos meus, (Nice)
Nas asas deste meu sonho eterno
Que baila, louco, entre o céu e o inferno (Gilson)
Como semideuses em torno de Zeus (k. Feliz)

Récita que une Apolo e Afrodite,
Beleza e a sedução, não duvide,
Marcantes e ardentes cenários. (Nice)

E nesta total verdade, acredite
Pois nesta louca união se decide
Viver a liberdade, tal canários (k. Feliz)