terça-feira, 28 de março de 2017

Dizer-te queria



DIZER-TE QUERIA


O quanto és importante,
tudo que representas
para minha vida.
As palavras, os gestos, o jeito,
tudo em ti é escorreito.

Fazes com que eu sinta,
a brisa, a paz, a calma.
Ilumina meus dias, e noites,
toda minha existência.

Entrelaçadas mãos,
se apoiam, amparam,
respeitam e amam...

Pensamentos que são
certeiros, convincentes,
eternamente presentes.

Sentimento sincero,
real e emocionante,
faz meu coração palpitante,
e traz o sorriso aos meus lábios.

Emoção que emerge,
sentido dá, ao cotidiano,
e me faz, respirar.


Nice Aranha
Sereia Noturna








Antes?!




ANTES?!

Soubera antes,
o que depois viria,
mas não sei agora,
o quê mais tarde virá.

Coisas da vida,
de tempos,
e horas vividas...
História de ontem,
hoje e amanhã.

Anunciadas vitórias,
algumas perdas,
sentimentos diversos,
alegria e dor.

Eu, soubera antes,
o que viria depois,
mas, não sei agora,
o quê mais tarde, virá.


Nice Aranha
Sereia Noturna

sexta-feira, 24 de março de 2017

Precipito-me



PRECIPITO-ME


Sei que sou ansiosa,
por vezes, acelero,
mas devo admitir,
que admiro você!

Seu jeito simples,
tua garra,
tua luta e esforço,
em ser melhor...

Noto, cada atitude tua,
apesar de não parecer,
agradeço, cada vitória,
e rezo, por cada instante.

Sim, meu amado,
eu estou do teu lado,
por toda a história,
porque juntos,
deixaremos memórias.


Nice Aranha
Sereia Noturna

Meu velho, paizão!



MEU VELHO, PAIZÃO!


No ar te sinto meu pai,
a presença, que me dá paz,
sei que de algum modo estas,
sempre perto de nós.

Saudades são enormes
e dentro do peito não cabem,
cedem aos momentos
de lembranças presentes.

Segue tranquilo,
teus ensinamentos ficaram,
e saiba que o amor,
é eterno, meu pai!


Nice Aranha
Sereia Noturna

Minha convicção



MINHA CONVICÇÃO


As recordações me chegam,
lembrando que havia,
mais paz e calma,
alívio da alma.

Tentando implantar,
mais humanidade
no mundo,
vivo a pedir.

Por mim, e por todos,
abençoados serem,
pedindo aos céus,
que tenham mais fé.

Sem ela, nada somos,
tenhas certeza,
pois é ela que traz,
o amor e esperança,
eis, a minha confiança.


Nice Aranha
Sereia Noturna

terça-feira, 21 de março de 2017

Se de sentimentos me faço



SE DE SENTIMENTOS ME FAÇO


Se de sentimentos me faço,
com certeza, é meu passo,
compreender.

Compreender a vida,
as pessoas,
os tempos,
as ações ,
as atitudes,
as reações,
o mundo!

Mas, apesar de tudo,
compreender, não basta.
Pois, a luta é eterna,
pra ter paz, na Terra.

E, além, de compreender,
agir, é o melhor que posso.

Agir na vida,
com as pessoas,
através do tempo,
tendo ações,
e atitudes,
mudando reações,
e o mundo!

Se de sentimentos me faço,
Com certeza, é o meu passo,
compreender e agir.


Nice Aranha
Sereia Noturna

Sinto e sigo



SINTO E SIGO


Sinto a força de realização
a florir dentro de mim,
permitindo a criação
se expressar livremente,
quando toco ou escrevo,
quando pinto ou desenho...

Dádivas dadas,
e na vida aprimorada.
Assim sigo, sem reclamar,
com os dons, que me acompanham.

Como é bom, poder viajar,
nas ideias e pensamentos,
refletir e questionar,
os sonhos e as verdades.

Ser a crítica da razão,
e também da emoção,
sabendo sempre,
que apesar de tanto estudo,
com certeza, quem vence,
é sempre o coração.

Tudo mais, passa depressa,
por um tempo nos faz festa,
definições se contestam,
saberes evoluem...

Mas ao pó retornamos,
e só o amor que vivemos,
damos e recebemos,
permite transmitir:
conhecimentos e erudição,
valores e ética.

Na minha trajetória,
direito e educação
estudados de fato,
e ainda, insisto,
que o amor é maior.

Sem ele, nada há de certo,
coerência, razão, humanidade,
verdade e vida....

Assim, sigo.


Nice Aranha
Sereia Noturna

segunda-feira, 20 de março de 2017

Teu silêncio, meu brado!





TEU SILÊNCIO, MEU BRADO!


Não importa as aparências
vivo, dentro de tua mudez,
remanso de tuas palavras,
serenidade da tua alma,
sigilo do teu medo,
moderação de tua farsa.

Pois, sei que vivo,
na quietude de teu sentir,
no mistério de teu olhar,
na calada da tua verdade.

Vivo, na discrição dos termos,
no clamor das tuas ações,
e em teu amor acredito,
por tê-lo tão presente.

Mas, não consigo sufocar,
sou assim, um grito sentido,
berro e reivindico,
porque entre minhas ações,
uma delas são as palavras
ditas ou escritas, bradar!


Nice Aranha
Sereia Noturna


Meus modelos partiram, mas não foram!



MEUS MODELOS PARTIRAM, MAS NÃO FORAM!


Sempre de cabelos brancos o vi,
desde muito jovem
contigo muito aprendi,
a arte, a música e a poesia,
meu avô, Áttila...

Com teu carinho, pai Condorcet,
fiz-me mais sensata e humana,
reta, trabalhadora e honesta.
Guerreira e batalhadora,
sempre lutando pela paz e
justiça!

Contigo, meu tio Schubert,
aprendi a ciência,
as regras ABNT,
o jeito simples de ser...

Contigo, vô Waldemar,
pouco pude estar,
mas antes de nos deixar,
apareceu-me para um adeus,
contigo sempre estarei...

Já tu, vó Marina,
um pouco mais pude estar,
aprendi valor dar as diferenças,
a equilibrar um pouco,
as coisas da vida...

Por um tempo, com vocês pude estar,
aprender com o melhor de cada um,
no espaço e lugar,
onde conjugamos o verbo amar.

Agora, as lições aprendidas,
as saudades sentidas,
carrego-os em meu coração,
pelo resto de minha vida,
ensinando, a cada segundo,
o quê se reaprende a cada estação.

Não há fim, nesta canção,
que passa de geração a geração.
Eternizam-se valores, convicções,
alimentam-se os baluartes,
de vidas,
que renascem das sombras.


Nice Aranha
Sereia Noturna

Eu


EU


Um dia sonhei,
e por uma eternidade busquei,
o quê só agora encontrei...

A maturidade de uma vida,
os registros de um tempo,
onde o caminho incerto,
fez descobertas infindas,
impossíveis de serem aprendidas,
numa só trilha...

De certo, não inventei,
de lembranças me cerquei,
e de saudades me fartei...

Pelas sendas da esperança,
lancei-me igual criança,
aguardando em confiança,
o destino a se cumprir,
atuando sem receios,
em prol do entremeio
ao objetivo conquistar.

Sou de carne e osso,
sou quem sou, e o quê posso,
só não faço de meu ser,
o quê não quero ser no cosmo.


Nice Aranha
Sereia Noturna



Ápices






ÁPICES


Mãos que se juntam calientes,
lábios que se pousam
sobre a pele ardente,
olhos que se fitam intensamente,
corpos que que se acolhem mutuamente.

Nesta dança de vários ritmos,
sonhos, histórias e muito amor,
entrelaçam-se corpos e mentes,
dando sentido às almas,
que sozinhas outrora,
conhecem agora,
a magia do amor.

Pernas que se misturam,
braços que se amparam,
bocas que se tocam,
e no êxtase tamanho,
é incapaz de definir-se...

No âmago dos sentimentos,
no luzir dos pensamentos,
aos poucos...
escrevemos nossos momentos.


Nice Aranha
Sereia Noturna

quinta-feira, 16 de março de 2017

Meu Poente







MEU POENTE



A tarde cai,
e com ela vão-se as horas,
o negror chega aos céus,
quando penetra à noite.

Sentada a observar,
vendo um filme passar,
a Deus, agradeço o dia,
rogo bênçãos, pro descanso,
uma prece, pro amanhecer,
e um novo dia acontecer.


Nice Aranha
Sereia Noturna