terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Paz



PAZ

Peço pela paz,
aquela de ontem,
hoje e amanhã...

Paz vestida de branco,
amiga, faceira,
tranquila...

Paz, em pensamento,
paz dentro do peito,
paz de qualquer jeito.

Peço pela paz dos homens,
pela paz neste mundo,
pela paz, eu peço,
imploro e rezo.

Pela paz eu oro e clamo,
a paz em todo universo.

Nice Aranha
Sereia Noturna

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Vá em paz, 2017!



VÁ EM PAZ, 2017!


Mais um ano, vai ao fim, chegando,
entre crises, e vitórias,
de amor regada a caminhada.

Momento de ponderar,
seguir a estrada consciente,
fazendo a trilha mais amena,
ou adentrando novos rumos...

O importante é colher os frutos,
de tudo de bom que aconteceu,
transformando as boas sementes,
em espécies reluzentes...

E sabendo deixar o adubo,
no solo, para alimentá-lo,
mas da forma devida,
para o bem, dele frutificá-lo.


Nice Aranha
Sereia Noturna


Nossos Filhos




NOSSOS FILHOS




O filho que não pude dar-te,
é o filho amado, que nos espera,
a bênção do nosso amor,
por Deus, tão bem guardado.

És um pai, maravilhoso,
e a mim, dois filhos me destes,
enteados queridos, por mim,
amados demais, tenhas certeza.

Assim, temos um lar,
uma família rica e feliz,
de verdade e bons sentimentos,
repleta e realizada.


Nice Aranha
Sereia Noturna

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Virada do meio século, chegando!




VIRADA DE MEIO SÉCULO, CHEGANDO!


E não é que tá chegando?!
Muita coisa aconteceu,
pensei não conseguir,
mas, estou aqui...

Finalmente, vai chegar!
A hora de viver as oportunidades,
a hora de realizar e concluir.

Viver intensamente,
amar, mais do que ontem,
brilhar como nunca,
sorrir, mais do que antes!

Cuidados, humanidade,
novas regras pro novo tempo,
como é bom chegar aos 50,
tendo, com a vida aprendido,
sempre, amando e seguindo,
com paz e fé, persistindo.

Não alcancei tudo que quero,
mas semeei para chegar lá,
ainda há, um pouco de tempo,
para terminar o que planejei.

Peço a Deus força e saúde,
que assim, vou conquistar,
a alegria de estar,
o meio século, virando!


Nice Aranha
Sereia Noturna

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Sentimento, tão grande poder!



SENTIMENTO, TÃO GRANDE PODER!


A vida é movida por sentimentos.
cálculos e razões, alguns momentos...
Fugir desta realidade é, nos afastarmos,
de nossa essência, nossa diferença!

O quê nos faz e torna melhores,
não são as palavras, o dinheiro,
as festas e os divertimentos...
Mas, o humano que nos tornamos.

Vitórias, batalhas, empenho,
glórias, descobertas, quadros,
versos, palavras, reflexos...
Tudo deixa marca,
que hora ou outra passa .

E a única coisa que fica,
não importa os bens de consumo,
não importa as conquistas de momento,
a única certeza, clara em meu pensamento,
que independente de qualquer julgamento,
é apenas o sentimento, que damos e recebemos,
que representa o que somos e eternizaremos.


Nice Aranha
Sereia Noturna

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Verbo



VERBO


As assertivas e pensamentos,
postos, ditos, que enlaço,
fazem de mim, transparência,
audácia e experiência...

Frases, palavras e versos,
cantados, rimados ou não,
atravessam os tempos, e
as histórias, recriam, contam e
de imaginação recheiam-se,
saborosas, vorazes,
néctar da alma!

Lapidadas e rudes,
frondosas de fé e esperança,
força e beleza, herança!
Seguem, quando tiver partido,
anônimas ou não,
verdades de meu coração!


Nice Aranha
Sereia Noturna




Passeio



PASSEIO


Em torno de um verso,
universo que faço,
a cada dia, retrato,
modelo, refaço...

E passo, e pinto,
recrio as cores,
de um coração
machucado,

que deseja o eclipse,
depois da espera,
exaustiva, calada...
Que pelo amor clama!

Grita, ecoa,
te chama!

Amor, tudo e tão somente, amor!


Nice Aranha
Sereia Noturna


Sob raios de sol



SOB RAIOS DE SOL


Reflete-se nas águas,
em meio aos raios de sol,
a ingenuidade e meiguice,
de quem ainda não se machucou...


Anos se passam, e tudo muda,
hoje, o que se reflete,
é a experiência e a fé,
de que um dia, tudo irá melhorar.

Os pés cansados e a alma amena,
agora guardam recordações, e,
lembranças saudosas, do que se foi,
e esperam pelo futuro, que não chegou...

A cena é a mesma,
reflexos sob os raios de sol
que brilham nestas águas calmas,
que só as almas, agora, choram...

Apenas, o sol,
sob as águas claras,
cintilam a glória,
de um dia ter refletido,
teu rosto jovem, cheio de vida.


Nice Aranha
Sereia Noturna

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Vale!



VALE!


Vale tanto, os dados passos,
de uma vida empolgante,
de certos e erros, feita,
de vitória, justa e aceita!

Quanto vale, os passos de agora,
cansados, mas verdadeiros,
rumo aos desejos primeiros,
da alegria e paixão pioneiros.

Para poder deixar na história,
a glória de realizações de paz,
amor e fé, plantados e semeados,
a cada segundo do porvir...


Nice Aranha
Sereia Noturna


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

O que ouço!



O QUE OUÇO!


Ruídos,
sons de diversas origens,
barulhos,
ecos, gritos,
murmúrios...

Sons musicais,
doces palavras,
vozes suaves,
melodias para a alma...

Ouvidos espertos,
atentos,
captando verdades,
observando mentiras...

Sons, vozes,
risos, choros,
lamentos e glórias,
perdas e vitórias.

Sons!


Nice Aranha
Sereia Noturna


terça-feira, 7 de novembro de 2017

Apenas o que resta!



APENAS O QUE RESTA!


Dos reveses que a vida dá,
o importante é superar-se,
dando seguimento ao trajeto,
caminho, de luz e de fé.

Não adianta dos céus esperar,
a mágica, quando é a tua função,
trabalhar e buscar, solução.

Nem sentado ficar,
aguardando o que acontece
para saber como fica.

Agir, movimentar-se,
é o que melhor expressa,
o rumo que deve tomar.

Dos reveses que a vida dá,
é fundamental, amar-se,
e também, demonstrar afeto,
porque de tudo,
é apenas o que resta!


Nice Aranha
Sereia Noturna

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Sendo eu



SENDO EU


Expresso, meu futuro em glória,
do passado, experiência e trabalho.
Ao recitar, a vida, em verso,
retratando a verdade, que conheço,
escrevo a história, a que pertenço.

Não sobram-me lamúrias,
pelos percalços, vividos,
pois com eles, fortaleci e venci,
mais que méritos e honras,
um humano, coração, me deu.

Obra de um mentor maior,
que a fé conduz e constrói,
apenas exerço meu papel,
que o vento, leva ao céu...

Marcados passos de uma aventura,
inocente, presente, esperançosa,
que aos poucos chega ao fim.


Nice Aranha
Sereia Noturna