segunda-feira, 4 de julho de 2016

Meu Segredo de Vida



MEU SEGREDO DE VIDA


Passei a vida pensando,
lutando, correndo, buscando...
Tenho em meu corpo as marcas
de toda a caminhada.

E um sentimento, apenas,
capaz de renovar minhas forças,
e fazer com que o amor seja verdadeiro,
apoderou-se por todo o trajeto.

A fé que carrego comigo,
que é capaz de milagres,
e coisas inacreditáveis,
sustenta-me e guia-me.

Ontem, hoje e sempre,
a luz que me orienta!


Nice Aranha
Sereia Noturna


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Comunismo Simulado




COMUNISMO SIMULADO


Vivemos sob o regime de um comunismo disfarçado,
somos hoje, escravos dos impostos,
mandados pelo tal governo, corrupto.

Caminhamos nas camuflagens de planos,
bolsas, e enganosas promessas...

Empresários e empregados, moldados,
em conformidade com os excessos fiscais,
espremidos por leis controladoras.

Mandam, e nós temos que obedecer!

Os cidadãos encontram-se presos,
nas opressoras regras sociais,
enquanto, soltos, andam,
os assaltantes da nossa liberdade.

Sim, vivemos sob o regime de um comunismo disfarçado,
onde só nos chegam informações controladas,
mascaradas, de várias formas, impostas.

Engolimos "sapos" no nosso dia a dia,
na esperança de um futuro diferente.
Mas andamos carentes, fracos e cansados,
e persistimos com nossa estranha mania,
de almejar pelo que ainda há de vir.

E sob a égide de quem jamais desiste,
sonhamos com o Brasil,
"iluminado ao sol do novo mundo".


Nice Aranha
Sereia Noturna

quarta-feira, 30 de março de 2016

Faz-me




FAZ-ME


Faz-me tola sentindo este amor
que descrevem-se em livros
e muitos renegam na vida...

Faz-me ingênua, ao acreditar,
que este amor será eterno,
quando no mundo tantos se desfazem.

Faz-me criança, ao sentir,
tamanha felicidade, florir,
e em teus braços, entrego-me sem resistir.

Sim, faz-me tola, ingênua e criança,
para que eu seja a tua mulher,
a tua amada, e sempre companheira.


Nice Aranha
Sereia Noturna

segunda-feira, 28 de março de 2016

Brincadeiras Repetidas





BRINCADEIRAS REPETIDAS


Teus olhos refletidos nos meus,
tuas mãos, segurando as minhas,
trocamos as juras e as aventuras,
no castanho, verde, azul de nossos olhos...

Brindamos com sorrisos,
os nossos instantes vividos,
e cúmplices, trocamos beijos...

No companheirismo da vida,
partilhamos o pão da união,
e na força da paz e do amor,
construímos, então, nosso lar!



Nice Aranha
Sereia Noturna

Versos Meus


segunda-feira, 7 de março de 2016

Minha história



MINHA HISTÓRIA


De tal sorte o futuro incerto,
faz do presente algo concreto,
e deixa para trás, o que não serve.

Este tal, alvorecer,
qual centelha de luz,
faz o corpo estremecer.

E assim, creio de certo,
mais que história, um legado,
ter para adiante deixado,

algo mais que apenas "causos",
experiência e vivência,
saudade, e alguma esperança.


Nice Aranha
Sereia Noturna

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ocasião



OCASIÃO


Vejo-te ao meu lado,
quieto, assim, deitado,
sinto-te perto,
acaricio-te...

Tens medo de sofrer,
muitas vezes, estas a defender-te...

Olho no fundo de teus olhos,
e busco-me neles,
encontro-te resistente,
aos poucos, então, sedes.

E tudo que temos a fazer,
é viver o nosso amor.


Nice Aranha
Sereia Noturna 

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Não me permitas partir



NÃO ME PERMITAS PARTIR

Não, não agora,
não me deixes ir,
sei que ainda me amas,
o quanto, ainda sentes.

Não, permita-me partir,
de sua vida sair,
e outra história buscar...

Grite, chame, faça-te ouvir,
não me permitas partir,
deixe o amor persistir.

Nice Aranha
Sereia Noturna

Valentia de vida



 VALENTIA DE VIDA

Intrépidas experiências,
Fogos de paixão,
Intensas emoções!

Assim as convivências,
Relações do coração...

Manifestações de ousadias,
Carinho e compaixão,
Saudosas, as recordações!

Estas e outras vivências,
de uma vida, - a razão...


Nice Aranha
Seria Noturna




quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Quimeras...





QUIMERAS...


Quimeras, recordações, outrora,
sabor doce da infância,
saudade que não demora.

Quisera lá repousar,
realidade e fantasia,
fazer das saudades, alegria.

Fazer presente as quimeras,
sorrir em todas as primaveras,
apagar tristezas, decepções...

Quimeras, recordações, outrora,
sabor doce da infância,
saudade que não demora.

Quisera lá repousar,
realidade e fantasia,
fazer das saudades, alegria.

Se ao querer-te tanto,
ao meu peito trouxe o pranto,
melhor seguir, de tudo esquecer...

Quimeras, recordações, outrora,
sabor doce da infância,
saudade que não demora.

Quisera lá repousar,
realidade e fantasia,
fazer das saudades, alegria.

E deitar sobre o vindouro,
tudo que for de bom agouro,
do passado apenas, recordações.

Quimeras, recordações, outrora,
sabor doce da infância,
saudade que não demora.

Quisera lá repousar,
realidade e fantasia,
fazer das saudades, alegria.

E assim, o faço,
com a esperança, me abraço,
e enfeitiçado, atiro-me, no agora!


Nice Aranha
Sereia Noturna

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Certo Tempo




CERTO TEMPO

Sem delongas, o tempo é exato,
faça frio ou faça sol,
dia ou noite, não importa,
cumpre certo, o seu papel.

Passa de forma perceptível,
horas, minutos, segundos...
Parece lento, oras acelerado,
mas sempre passa, perfeito, incólume.

Este tempo que nos é dado,
apresentado, e acompanha,
é o registro de nossa vida,
nossa história, nosso caminho...
 
Nice Aranha
Sereia Noturna

segunda-feira, 22 de junho de 2015

O quê realmente importa



O QUE REALMENTE IMPORTA



Da improváveis ideias
faço minhas reflexões
e destas, tiro algumas conclusões,
que podem, ou não ser soluções...

Mas, sigo errante pela vida,
questionando tudo, e todos,
procurando consolo,
entendimento, razão.

Todavia, estudando com afinco,
quanto mais profundo vou,
a certeza única, que tenho,
é que é o amor, que vale à pena.

Justificar, as teorias com paixão,
acreditar, nas soluções com tesão,
estudar e se encantar, com o coração,
em tudo, e qualquer coisa, que fizer.

O tempo dado a nossa existência,
passa depressa, sem dia e hora marcada,
chegamos a despedida, e tudo o quê importa,
é o quê fizemos e sentimentos com o coração...

Do resto, sobram algumas memórias,
do nosso trabalho, alguma admiração,
da nossa pessoa, mais alguma saudade,
naqueles que nos trazem dentro do peito.

Sendo deste jeito, meu único conselho,
aprenda, são sim, as pequenas coisas e gestos,
os momentos de paz e alegria,
o tudo, que realmente importa.


Nice Aranha
Sereia Noturna