sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Recital de Amor



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


Recital de Amor

Me faço poeta, por entre teus versos,
Versando teu corpo pelos meus dedos,
Entrelaço as rimas, descubro segredos,
Em deleito nos teus poemas diversos!

...................................................................(Loucopoeta)

E ainda repousa esta dor e os desejos,
De serem eternos sentir profanos,
De amor perderem-se ao passar dos anos,
Na volúpia intensa... Nossos sobejos!

....................................................................(Nice)

A sintonia se faz, feito uma orquestra
Onde dois corpos vibram em arranjos
depois descansam sem asas, dois anjos.

.....................................................................(Andreia)

Arpejos juntam-se a melodia mestra,
Compassos devidamente marcados,
Reúnem-se ao coro do amor, vassalos.

....................................................................(Nice)



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Um comentário:

:::::::::::::::::::::::FER::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: disse...

que maravilha! como vc escreve bem... sou admiraddor dos teus poemas...



abraços do Fer...