terça-feira, 24 de maio de 2011

Que dizer?




QUE DIZER?...





Que dizer da angústia de ter-te longe,

morando em meu peito, tão perto...

Que dizer da saudade insistente,

se vives em meu coração, é certo.



Se em minha pele ainda sinto teu toque,

se meu corpo responde a tua memória,

que faço com o tempo que não passa,

ao mesmo tempo que acelera, se apressa,



rumo ao prumo de ter-me em teus braços,

novamente envolta a inúmeros carinhos,

repletos de desejos, beijos e enlevos,

onde juntos somos... Jovens, longevos,



essência do infinito sentir?!



Que dizer?!





Nice Aranha
Sereia Noturna

Nenhum comentário: