sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Onde estas?




-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




ONDE ESTAS?



Por que não o encontro,

se sei que existes, pois que te sinto?



Não será o tempo certo,

preparados ainda não estamos?



Por que não o encontro,

se sei que existes, pois que te sinto?



Não sei a distância, mas tão perto,

pensamentos se buscam ao olhar o céu?



Por que não o encontro,

se sei que existes, pois que te sinto?



Se uma paz e uma alegria incontidas,

aceleram o coração a te esperar?



Por que não o encontro,

se sei que existes, pois que te sinto?



No sonho, na saudade e na vontade,

na lembrança que o peito arrebata?



Por que de fato não o encontro,

se sei que existes, pois que te sinto?!



Onde estas?




Nice Aranha
Sereia Noturna



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------



Capoeira




-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




CAPOEIRA



(Um presente ao amigo Marcos Henrique)


Capoeira, capoeira,

dos africanos para o Brasil

a capoeira pioneira,

de leves toques e danças.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Angola, pura é a sua malícia

de rítmos lentos e golpes próximos ao solo.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.



Capoeira, capoeira,

nas senzalas, disfarçada.

Arte marcial, cultura e bem estar.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Regional, acelera o berimbau,

com movimentos sem igual...



Capoeira, capoeira,

em golpes secos e tão rápidos,

os movimentos jogam, nada é fatal.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Contemporânea, nesta tem acrobacias,

adjunta tudo, rítmos, danças e movimentos...



Capoeira, capoeira,

agora já é, tão nossa, brasileira,

capoeira, capoeira, tens até nossa bandeira.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.





Nice Aranha
Sereia Noturna




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------



terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Dois Lados






-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




DOIS LADOS


No silêncio tímido da presença,
escritas palavras de fogo
veem aquecendo as linhas,
dando sinal de vida.

Rabiscam sentimentos
não confessos...
Saudades e amores,
não vividos.

Assim caminho com esperanças,
pontuando o sentir que nos inflama
na simplicidade das circunstâncias.

Caem dos céus belas pétalas,
que exalam a mais pura essência
a cobrir de frescor e ardor,
o desejo, o beijo e o calor,
da noite e do dia, o esplendor,
o cheiro da lua, o gosto das estrelas,
o sabor do sol, em pleno verão.

É vontade, é paixão, sede de imaginação,
um querer que não se apaga, isto é certo,
na incerteza de um amor infinito,
evolando perfume de rosas saron...

E aquecendo o sangue nas veias,
a percorrer nossos corpos, em chamas,
raios de amor penetram a pele, e,
como orvalho em prontidão, circulam,
deixando um rastro de vontade,
perdido na imensidão, 
como em plena Selva Amazônica.


Dueto de Nice Aranha & Marcos Henrique de Biro





ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Vejo Agora





-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



VEJO AGORA



Novamente vejo a vida ao meu redor

diferente do que via a algum tempo,

cercam-me esperanças outras,

lembranças que me tocam forte.



Se sorte ou não, certo é que este amor

por demais complexo se infiltra e habita,

aos poucos domina, se consolida,

e dentro do peito se instala imperativo.



Não mais perdidamente,

mas arrebatadoramente,

solidifica-se no infinito.



Novamente tudo vejo, e revejo

agora com olhos outros, diferente,

entendendo a gente,

querendo a volúpia de sempre.



Óh, amor que atravessa os tempos

minha essência domina, agita,

meu coração acelera, palpita,

e no viver da paixão, o êxtase fomenta.



Não mais timidamente,

mas divinamente,

perpetuando-se no infinito.



Assim é amor da gente!





Nice Aranha
Sereia Noturna




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------



domingo, 20 de fevereiro de 2011

Rosto Insano




-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



ROSTO INSANO


Perdi-me na insana lembrança do tempo
onde éramos mais, muito mais que desejo,
onde nossos reflexos eram conjuntos,
nossos sonhos, eterno prazer.

Perdi-me na loucura de tuas palavras,
no toque de tuas mãos sobre meu corpo,
no vazio e no eco de todas as vontades,
sem você restou-me apenas  dor.

Dilacerante, fulminante, aterrorizante,
ferindo aos poucos, levando-me a morte.

Perdi-me na demência do contratempo
onde sozinho recordo o nosso beijo,
onde não somos, nem fomos adjuntos,
apenas personagens, podes crer.

Perdi-me no delírio de todas as juras,
não feitas, nem ditas, a deixar-me torpo,
no nada e no tudo de todas as idades,
sobram só estas rugas no rosto do amor.

Dilacerante, fulminante, aterrorizante,
ferindo aos poucos, levando-me a morte.


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Este nosso Amor




-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
                               


ESTE NOSSO AMOR





Amor que aposta,

se posta e cresce,

não pede licença,

se instala, apodera,

lança, avança, alegra.



Amor que comporta,

aquece, revigora,

infiltra, penetra,

intenso e vívido,

nos arranca sorrisos.



Ah, o amor que é história,

cria e recria a trajetória,

chora e ri, faz anedota,

por dentro e por fora,

lambuza e abusa...



Nos rega, nos toma,

nos põe frente a frente,

nos acorrenta a alma,

domina a existência,

e perpetua o sentir.


Nice Aranha
Sereia Noturna



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Tentativa Apaixonada



-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                           ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



TENTATIVA APAIXONADA



Sim, eu tentei,

consertar a situação,

alcançar teu coração.



Mas, algo partiu,

sem o teu sinal,

a dor é fatal.



Outras bocas

declaram o amor,

outros corpos trazem calor.



Mas, que faço,

sem tua voz a sussurrar

sem teus braços a me abraçar?



Eu tentei, liguei,

evitar a dispersão,

a enorme separação.



Mas, você agiu,

ocultou-se por opção,

trouxe-me a preocupação.



Sim, eu tentei, amor,

consertar a situação,

ter o teu coração!



Nice Aranha
Sereia Noturna



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                              ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Depois do passado


-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


DEPOIS DO PASSADO


A angústia se estabeleceu,
depois do que nos aconteceu,
uma história de amizade,
que o tempo transformou.

Foi assim que sucedeu,
a conquista que se deu,
para viver, tal raridade,
algo em nós, modificou.

Não sou mais como era antes,
nem tu também, e doravante,
ao mesmo tempo, somos nós,
tão parecidos, tão parceiros.

Em teus segredos eu me guardo,
nos teus desejos me retrato,
mais na vontade de teus beijos
eu me guardo e te procuro.

E tal qual um leopardo,
tu me embosca, isto é fato,
com as palavras e os cortejos
me alcança a alma, lhe asseguro.

Não sou mais como era antes,
nem tu também, e doravante,
sermos prá sempre, sempre nós,
Amantes, amigos, companheiros!


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Bela Façanha



-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ 


BELA FAÇANHA


Entre os versos declaramos nosso amor,
sob o luar abraçados fizemos as juras,
noites e noites cheias de entregas,
aos poucos ergueram nosso clamor.

Foram tantas estações, cheias de calor,
que não mais o tempo, percebemos,
passaram horas, dias, meses, anos,
sem que se passasse todo este fervor.

Transportamo-nos de todas as formas,
entre os sonhos e os nossos desejos,
sentimos o amor aflorar, entre os beijos,
cortejos, carinhos, enlevos... Sem normas!

E ainda deitados entre o êxtase e o deleite,
na ânsia de repetirmos a nossa façanha,
escrevemos nossa história, aquela que assanha,
paixão, amizade, amor, sedução. E que tudo se ajeite,

neste querer hoje, maior do que ontem,
ainda pequeno na esperança do porvir,
seja nos mares, na terra ou nos ares; vem,
junto a mim, para sempre existir!...


Nice Aranha
Sereia Noturna



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ 
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Os Amantes





-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ 







OS AMANTES



Vejo-me em teus olhos, sorridente,

onde o arrepiar da pele é inevitável,

suave carinho no leve toque,

prenúncios de uma noite caliente!



Sinto tuas mãos em meu corpo,

ágeis, misteriosas, espertas,

intensas, delicadas, desinibidas,

conhecendo-me inteira, tua!



Bocas entreabertas, roçar breve,

êxtase profundo, suores, sem pudores,

flores, cheiros, beijos e amores,

onde tu e mim, somos a prece,



o quadro, a paisagem, o arbítrio,

a delícia, a surpresa e o abrigo,

somos o nós, e os nós, o aconchego,

velozes, audazes, perfeitos, amantes!




Nice Aranha
Sereia Noturna




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ 

-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------