sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Capoeira




-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




CAPOEIRA



(Um presente ao amigo Marcos Henrique)


Capoeira, capoeira,

dos africanos para o Brasil

a capoeira pioneira,

de leves toques e danças.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Angola, pura é a sua malícia

de rítmos lentos e golpes próximos ao solo.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.



Capoeira, capoeira,

nas senzalas, disfarçada.

Arte marcial, cultura e bem estar.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Regional, acelera o berimbau,

com movimentos sem igual...



Capoeira, capoeira,

em golpes secos e tão rápidos,

os movimentos jogam, nada é fatal.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.



Capoeira, capoeira,

Capoeira Contemporânea, nesta tem acrobacias,

adjunta tudo, rítmos, danças e movimentos...



Capoeira, capoeira,

agora já é, tão nossa, brasileira,

capoeira, capoeira, tens até nossa bandeira.



Capoeira, capoeira,

contra a violência e a repressão.





Nice Aranha
Sereia Noturna




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------



Um comentário:

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Amiga, Nise, poetiza de versos encantados, este é um canto de libertação; um grito pela inclusão e pelo fim de toda e quealquer discriminação.
Amei... Belo!
abraços, Jorge Bichuetti