terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Dois Lados






-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




DOIS LADOS


No silêncio tímido da presença,
escritas palavras de fogo
veem aquecendo as linhas,
dando sinal de vida.

Rabiscam sentimentos
não confessos...
Saudades e amores,
não vividos.

Assim caminho com esperanças,
pontuando o sentir que nos inflama
na simplicidade das circunstâncias.

Caem dos céus belas pétalas,
que exalam a mais pura essência
a cobrir de frescor e ardor,
o desejo, o beijo e o calor,
da noite e do dia, o esplendor,
o cheiro da lua, o gosto das estrelas,
o sabor do sol, em pleno verão.

É vontade, é paixão, sede de imaginação,
um querer que não se apaga, isto é certo,
na incerteza de um amor infinito,
evolando perfume de rosas saron...

E aquecendo o sangue nas veias,
a percorrer nossos corpos, em chamas,
raios de amor penetram a pele, e,
como orvalho em prontidão, circulam,
deixando um rastro de vontade,
perdido na imensidão, 
como em plena Selva Amazônica.


Dueto de Nice Aranha & Marcos Henrique de Biro





ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ                                          ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
-------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Nenhum comentário: