quinta-feira, 18 de maio de 2017

Homem sem Pátria



HOMEM SEM PÁTRIA


Cadê?
Onde esta o humano?
O ser eminentemente social?
Que vive no conjunto?

Perdido.
Achando que sozinho
se dá bem,
que roubando vintém,
garante alguém!

Nossos políticos,
são demonstrações sociais,
da verdade de um povo,
ganancioso e individualista.

Tão sem escrúpulos,
que não pensam nem sequer,
nos herdeiros imediatos.

Egoísmo insólito,
que mata a honra e a história,
acaba com a família e a sociedade.

São os corruptos no poder
destruindo as memórias
de um país de glórias.

Infelizmente, aqui estou,
horrorizada com os acontecimentos,
triste, por todos estes momentos.

Recorrendo a minha fé,
de que tudo irá mudar,
que depois do caos, 
um novo mundo renascerá!


Nice Aranha
Sereia Noturna

2 comentários:

Ariane Trindade disse...

Muito linda essa poesia, triste é saber que o país em que vivemos está deplorável, mas temos a esperança de um dia poder melhorar.

Sereia Noturna disse...

Obrigada pela visita, volte sempre! Abraços