domingo, 28 de fevereiro de 2010

Ilusões de Poeta


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ


ILUSÕES DE POETA


Ah estes meus amores cheios de ilusão,
São tais os meus versos de pura sedução,
Rimam saudades e esperanças,
Nos tornam tal qual crianças.

Esqueço-me das barreiras da vida,
Dos tropeços, dos sonhos desfeitos,
Recrio em cada verso minha lida,
Conquistas, alegrias, progressos.

Enquanto a partida não chega,
E a verdade apenas, sobre o tempo, se deita,
Meus olhos se fecham, e vagueiam,
Sobre as miragens que o encanto ajeita.

Poeta de imagens, mentiras faceiras,
Confissões e vontades descrevo,
Com a dor de não tê-las primeiras;
Na realidade vividas - apenas as escrevo.


Nice Aranha
Sereia Noturna


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Um comentário:

***************Eli******************** disse...

Amo seus poemas, alguns retratam um pouco minha vida, ou o que estou vivendo... peguei um deles outro dia...
bj