quinta-feira, 31 de julho de 2008

Para recriar



--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Para recriar


Para recriar
É preciso tempo,
É preciso espaço.
É preciso um feito,
Este teu pedaço.

Para recriar
É preciso ainda,
Saber sobre a vida,
Entender de sonhos,
Ter a alma limpa.

Para recriar,
É preciso mais,
Tem que viajar,
Entre o que era antes
E o que virá depois...

Para recriar,
É preciso ser,
Presente viver,
Saber escrever,
E viver prá amar.

Para recriar,
É preciso dar,
Mais do que criar,
Também respeitar,
E até adivinhar!

Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Convite do Amor




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Convite do Amor


Nos espaços deixados no passado,
Traçando a sorte, vem nosso presente,
E prendendo-nos num abraço ardente,
Faz emergir infindo sentir alado,

Que voa na imensidão sem fim, brado,
Do melhor sentir que há em mim, sente,
Este amor que jorra e espalha contente,
Tornando-nos um só e lindo riscado.

Onde os traços do bem então confessam,
Ser a amizade o princípio de tudo,
Mas ser o depois melhor não me iludo.

Reunindo as dores e cores, encantam,
Nos passos futuros, que o amor,acudo,
Em teus braços entregue, então desnudo!

Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Tempo meu?





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

Tempo meu?


Que tempo é esse que passa e engraça,
Que não me permite sonhos e farsas,
Que sempre se faz de graça,
E nos torna aliados, comparsas?!

Se ele corre, eu corro junto,
Se ele pára, fico inerte.
Mas mesmo assim adjunto,
Eu passo ele fica, continua. Converte.

Nice Aranha

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Sonhos Coroados




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ





Sonhos Coroados

Viajei nos teus olhos e adentrei tua alma,
Busquei na essência, viver intenso amor,
Mas para meu cruel enredo o desabor,
Apenas a migalha, mentira crua.

Porém, o meu teor é simples verdade.
Acordei e recriei as vontades todas,
As mais sinceras, ingênuas e tolas,
As mais ardentes, sem a falsidade.

Revesti meus sonhos de realidade,
E fiz da história um conto de fadas,
Nós dois no eterno, temos as mãos dadas.

Cabendo agora, só felicidade,
Onde outrora, não havia nada. Todas
As luzes e esperanças, são coroadas!




Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Música da Vida





Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut



Música da Vida 

Tempos de outrora, nostálgicas lembranças (M. Olívia)
Os passados idos, em brumas e flores,
Tempos de agora, adoráveis presenças,
Sutis glamoures de quem vive de amores. (Nice)

Há esperanças que superam crenças
Como há saudades que provocam dores
Mas mergulhar em águas muito densas
Não rouba do arco-íris suas cores. (Ilnea)

E balançando todas as diferenças,
Fazemos a graça, damos tom a vida,
Praticando atos, rumo à nossa partida. (Nice)

Entre os compassos, todas nossas avenças,
Em simples acordes, a melodia lida,
Neste formato a música, é preferida. (Nice)

Liberdade sem Endereço




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Liberdade sem Endereço 

Borboleta sobre a flor. Raridade
em toda cor, desenhada com amor. (Nice)
Lambe o fruto da dor. Saudade
voa a cidade sem ter viço e ardor. (Nina)

Mas para a nossa vil perplexidade,
Sai do casulo exibindo seu esplendor...
Trazendo de volta a felicidade,
Onde outrora, exibia apenas horror. (Nice)

Voa agora, altiva e robusta... Vontade,
de ser do futuro, renascimento,
Verdadeiro e sincero, sentimento! (Nice)

Voa plena em círculos e astuta
singrando os ares de belo adereço
Solta sem rumo sem ter endereço... (Nina)

Suave Calmaria




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Suave Calmaria (Nice)

Acordo procurando inspiração
Lá fora, ouço vozes de crianças
Meu coração já pleno de esperanças
Encontra a rima cheia de paixão. (Camélia)

Enquanto sinto tal forte emoção,
Eu trago no peito, doces lembranças,
Buscando da vida, minhas bonanças,
Justiça, amor e fé; mor devoção! (Nice)

É pleno o frescor das primaveras
Que de pequeno torna-se adulto
No vulto onde encontra as quimeras (Lin)

Não deixem de esperar um lindo dia
Aonde ser feliz não seja um pulo
Mas rota onde se clame a poesia (Lin)

Trilhas das Madrugadas




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Trilhas das Madrugadas (Nice)

Os sóis do mundo inteiro envolveram
A esfera dos teus olhos de alegria
Trilhas de anos-luz me entreteram
Em fartos quiprocós de vinha e ia... (Lin)

Mas a luz que vem da covardia
É brilho cinzento, sem encanto
Quando descobrem seu manto
Sem rosto a escuridão não alumia...(Loucopoeta)

Quem poderá tecer no tempo
O encontro das almas enamoradas
Que pairam suas asas pelo vento (Lin)

Não há censura, nem contratempo,
E na sedução das madrugadas,
Os corpos se embriagam em alento. (Nice)

Horizonte Môr




Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut



Horizonte Môr

Foi no encontro da montanha, céu e mar, (Nice)
Num grande beijo unindo a natureza
Que foi possível ver tanta grandeza
Que os mortais não cansam de louvar. (Camélia)

Grandeza esperta, secreta, que vou ousar,
Na armadilha ingênua de tua pureza,
Prestar a mais absoluta certeza,
Da entrega aprestas, a minha alma cantar! (Nice)

E contemplando assim, a imensidão
Sentindo-me integrada ao universo
Conjugo e rimo amor, neste meu verso. (Camélia)

O môr que de meu peito em explosão,
Contagia sem que haja o teu reverso,
E por onde então eu me perco imerso! (Nice)

Adagas de Amor



Sonetos Comunitários
Comunidade POESIA BOA ESTA NA CABEÇA do orkut




Adagas de Amor


Uso as palavras como armas brancas
Armas de amor, fé e muita esperança
Com adagas em forma de lança,
Corações não precisam, retrancas

Palavras serenas, frases amenas
Ecoando pelos ares, tempo induz,
Rumando aos mares, o vento conduz
De volta à terra, frases apenas

Destas palavras, eu faço poesia
Que levam amor, paz ou fantasia
Aos corações, de amor necessitados.

E ainda escrevo, rezo em tal primazia,
Unindo sentir como anestesia,
Escaninho amor tal, em segredos!

Nice, Xikin e Camélia

Canto das Luas




Soneto Comunitário
Comunidade SÓ TROVAS do orkut



Canto das Luas


Haverá um dia em que duas luas brilharão?
Como mágica a nos enfeitiçar,
Nos farão perplexos, admirar,
E em duas sendo, numa só imensidão, (Nice)

Farão vagar os pensamentos meus, (Nice)
Nas asas deste meu sonho eterno
Que baila, louco, entre o céu e o inferno (Gilson)
Como semideuses em torno de Zeus (k. Feliz)

Récita que une Apolo e Afrodite,
Beleza e a sedução, não duvide,
Marcantes e ardentes cenários. (Nice)

E nesta total verdade, acredite
Pois nesta louca união se decide
Viver a liberdade, tal canários (k. Feliz)

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Dos Versos à Emoção




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL



Dos Versos à Emoção

Quando o tempo rodar diga presente!
Use flor no cabelo, tenha um ardor
Chame a vida de ser incandescente
E que saiam de ti versos de amor (Lin)

E quando o verso brotar, paz ausente,
Na tola ansiedade deste imenso amor,
Deixe a vida ser bem mais fluorescente,
Entontecendo amantes, puro fervor! (Nice)

Nunca digas que o sol não te aqueceu
E que a chance passou e nem te viu
Pois retinhas nos lábios o beijo ateu... (Lin)

Aquele profundo que você me deu,
E ninguém mais o doce sabor sentiu,
Porque só nos meus lábios se arrefeceu! (Nice)

Tela Explosiva




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut


Tela Explosiva


Uma vez na vida pense comigo
Se existe no mundo,amor igual
Que faça do peito num estampido
Essa pólvora acesa tão real (Lin)

Existe um sentimento mais amigo,
Também forte empolgante, eterno tal qual,
Que em meu peito vive infinito abrigo,
Moradia singela cheia de festival (Nice)

Ah,pudesse todo homem senti-la
Enlevada e plena quase comparsa
Sem nenhum afã de destruí-la (Lin)

Ah, e se pudesse mais, usufruí-la,
Tão intensamente e com toda a graça,
O desejo explodir, e então, pintá-la! (Nice)

Muxoxo Sedutor




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Muxoxo Sedutor


Tudo que preciso, ter-te ao meu lado,
Brincando, falando, cantando e amando, (Nice)
Se entorta os caminhos, ser consolado
Mesmo sem corrimão ir equilibrando (Lin)

Sem você a vida perde o brilho, a cor,
No caminho resta apenas, vazio... (Nice)
Até um anjo quando me fala de amor
Recece de mim o muxoxo sem brio (Lin)

Não, não permitas, este enorme absurdo,
Pois não existe neste mundo um amor maior,
Do que este ingênuo, encanto, vil sedutor, (Nice)

Tão sincero e verdadeiro... Nem surdo,
nem calado, no peito ardente chama,
Por ti, desesperadamente clama! (Nice)

Mentiras





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



MENTIRAS

Mentiras,
Sim foram tuas,
As palavras ditas,
As emoções benditas,
As ilusões,
Agora perdidas.

Mentiras,
Sim foram todas tuas,
As palavras omitidas,
As emoções fingidas,
As revelações,
Agora escritas.

Mentiras,
Sim, apenas mentiras,
Todas as tuas juras,
Todas tuas promessas,
Agora confessas,
Mentiras!

Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Eternos Instantes




Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut


Eternos Instantes

Por dois instantes vi teus desejos
Agasalhando um amor por mim
Compus o canto desses sobejos
Sentindo pleno um querer assim (Lin)

Por dois instantes senti teus beijos,
E vivemos um breve amor sem fim,
Eterno e verdadeiro aos céus, anjos!
Fartos e sedentos, juntos enfim! (Nice)

E navegantes, de leve eles cumpriam
Uma aventura de amar sem ter os laços
Enquanto as luzes dos astros aplaudiam (Lin)

E doces canções, os ares enchiam,
Em suave vibrações, pelos espaços
Que com grande emoção, eles ouviam...(Camélia)

Pares




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



Pares

Cansei das preces,
As flores já não são rosas,
Sei a verdade agora.

Do encantamento primeiro
restou apenas a dor,
de saber que o amor,
o ciúme levou.

E sigo, incólume,
Na busca incessante
De encontrar o meu par,
E viver um intenso amor.

Mas, ainda trago comigo,
o cheiro e o sabor
da nossa história,
Trajetória que guardo,
Na lembrança que rego.

Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Juras Eternas




Soneto Comunitário
Comunidade ESCANDIR do orkut




Juras eternas

As trocas de juras, que nós fizemos,
Selamos, debaixo da amoreira, (Nice)
Talvez não valham pela vida inteira
E nem mereçam atos mais extremos.(Ilnea)

Só que naquele momento tivemos
A impressão de história verdadeira
Como se jamais fosse passageira
Na loucura de amor que ali vivemos. (Camélia)

As doces juras que naquele instante,
Eram verdades tantas, quanto é a vida,
O sabor usufruído, antes da partida. (Nice)

Palavras que eu ouvia confiante,
Faziam laços em meu coração
Enfeitados com amor e emoção. (Camélia)

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Livre Aliança




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Livre Aliança


Eu sorrio, quando penso em minha sorte,
Por sentir amor, e por amor viver,
Acreditando que é melhor sofrer,
Por ter amado. Por te ter consorte.


Essa aliança que me afaste vil morte,
Ao deixar prá trás, o triste não querer,
Trazendo perto, nossos corpos, ser,
Apenas um, um que só do amor, se porte!


Enquanto parte, que de mim, se dissipa,
É a tua parte, que em mim se faz. Deleite,
que de tanto ser nosso, o amor aceite.


Voando nos céus, é pássaro, pipa,
Sentimento profundo, então se deite,
No infinito que creio, tal encontro ajeite.


Nice Aranha



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 16 de julho de 2008

O Nada e o Tudo




--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



O Nada e o Tudo 

A vida e a morte me inspiram,
A alegria e a tristeza me tocam,
A dor e o amor me dominam,
A letra e a escrita me agitam.

Mas, a inspiração é o tudo,
E o nada, que vejo e sinto,
No universo que eu sismo e pinto,
Em todo lugar e hora... Pressinto.

É o vazio, o eco, o estampido,
É cheio, é voz, minha música...
A inspiração, que eu inspiro,
Pois é o ar que preciso!

Nice Aranha




ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

terça-feira, 15 de julho de 2008

O pó da Vida




Recriando a Recriação de José Pontes sobre texto de Camões.
http://www.orkut.com.br/CommMsgs.aspx?cmm=87940&tid=2485786369948200468&na=2&nst=2316


O pó da vida



Se feito do pó da vida e da morte,
Ainda presta o amor, uma única verdade.
Grudado entre vida e morte, vontade,
Infinito ser, no eterno, tua sorte.

Presença que se traça sempre forte
No coração do homem, a doce idade,
Que se firma sempre na maioridade,
E da alma criança, não, nunca se aborte!

Quando a vida traz da morte a potência,
A tal eternidade então se aflora,
Cobre, o semblante seu, com fina terra.

E se presta, a morte e vida, a experiência,
De encantos tantos, tal chegada hora,
É a saudade amor, que então se enterra.

Nice Aranha

Puro Amor


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

Puro Amor
(Dueto)

Na escuridão do quarto, te procuro
Dentro da claridade do pensamento,
Iluminando teu belo rosto, eu tento
Aliviar essa saudade que seguro! (Loucopoeta)

Horas passam e de dia eu te asseguro,
Ah, não se apagou a chama, eu não lamento,
Meus braços atrás da cabeça, atento,
Recordam momentos de amor tão puro! (Nice)

E a cristalina lágrima escorre no escuro
Deslizando pelo meu rosto cinzento...
Trazendo o brilho do amor que apuro! (Loucopoeta)

E então, te lembrando eu me torturo,
Com todas saudades que são meu alento,
E ainda assim é o amor que sagrado juro! (Nice)

Nice Aranha
&
Loucopoeta

ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Magia Eterna


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Magia Eterna


Dos sonhos, eu renasci,
Nas fantasias eu amei.
E alegria também senti,
Inteira me fiz e entreguei.


Fui sim, muito sincera.
E se realidade, fosse,
Eterna...Quem me dera!
Mas era apenas pose.


Maravilhosa é a foto,
Do passado que encantou.
Felicidade é meu voto,
Para quem me conquistou!


Eu sei, sei que nunca vou,
Esquecer o que foi bom.
Como sei que nunca vou,
Esquecer teu doce tom.


Fui sim, muito sincera.
E de realidade, feita.
Eterna...Quem me dera!
Ser do teu amor eleita!



Nice Aranha



ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

domingo, 13 de julho de 2008

A descoberta





--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ



A descoberta

Surge meia quieta,
Sem alarde e maldade,
Mas bem esperta,
Para a humanidade,
Que a reveste _ crueldade!

Nice Aranha


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

Canção da Cumplicidade


Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut


Canção da Cumplicidade (Nice)

Quando inerte tu pareces me olhar, (Nice)
Eu finjo não saber, e espreito a lua
Que deixa na penumbra a nossa rua
E, cúmplice, se esconde devagar. (Ilnea)

Entre olhares e beijos a trocar,
Esperta vejo a imagem ainda nua,
Arfando de amor, o ardor insinua,
Parceiros eternos, sublime cantar!(Nice)

Interpretando o canto em harmonia
Perfeita união, pura magia
Que até a lua vem pra iluminar. (Camélia)

Não conto nunca, às vezes que acontece,
No liame o coração – meu – se enternece
Dou-te regaço e canto de ninar! (Zé Salvador)

Antes do Anoitecer!


Sonetos Comunitários
Comunidade SÓ TROVAS do orkut



Antes do Anoitecer!(Nice)

É, quando começa, parece não ter fim,(N)
A história traça e passa, tão perto, (I)
Que na saudade que persiste em mim, (I)
Deixa um ferimento profundo, tão aberto... (N)

O que me espanta, não dói tanto assim,
Meu coração sozinho em meu deserto
Chora suas lágrimas, porém nem assim,
Esquece o gozo de te ter por perto. (Ilnea)

E seguindo amando, te querendo enfim,
Na eternidade todo, inteiro, prazer,
E de ao teu lado, infinitamente, viver! (N)

Tão doce e branca bala de alfenim
Gosto encantado querendo querer
Que eu me renda, antes de morrer. (I)

Enterro Agora


Sonetos Comunitários
Comunidade SÓ TROVAS do orkut


Enterro Agora

Por tantas vezes, perdida no eterno,
Sorrindo e chorando, desassossego, (Nice)
A cama vazia e o gelado inverno...
Confirmam para mim seu desapego. (Dete)

Sua ausência nesse frio me congela, (D)
Meu pensamento vagueia na saudade
Do teu amor que me jurava a eternidade
De beijos quentes e sonhos de quimera (Vírginia)

Só sobraram apenas os resquícios,
Os pedaços e pequenos indícios,
Restaram apenas nossas memórias. (N)

Vou caminhar! Resoluta enterro agora!
E, doravante, faço eu, a minha hora.
Da minha vida foste, enfim, histórias. (V)

Poesia, minha força


Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut


Poesia, minha força

Agora já não vivo sem poesias
Anoiteço e amanheço entre rimas
Nem que sejam estrofes pequeninas
Refletindo a beleza dos meus dias. (Camélia)

E na criatividade então te fias,
Dia e noite entre sonhos e certezas,
Vais escrevendo e enfeitando as letras,
Misturando os desejos, fantasias, (Nice)

Com as verdades destas noites frias,
E as realidades do calor dos dias,
Entontecendo, de amor, a vida! (Nice)

Voando com asas da imaginação
Buscando pra vida uma solução,
Seguimos tecendo nossos versos. (Claret)

Desenhado em Nuvens




Sonetos Comunitários
Comunidade SÓ TROVAS do orkut


Desenhado em Nuvens (Dete)

Ao brincar com as nuvens lá no céu,
Lindos desenhos vou imaginando... (Nice)
Eu vou na imensidão, vagando ao léu,
Num gigantesco amor, sigo sonhando. (D)

Busca desvairada do verdadeiro
Que a alma torturada em vão buscava
Repetição longínqua, amor primeiro
Idade de ouro, para trás ficava. (Virginia)

Passado lindo, em nuvens desenhado...
Vem neste intenso amor que tão sonhado: (D)
Em fulgaz alegria, a minha fantasia. (N)

Mas este meu sonho intenso, ainda versa,
E aos céus prosopopéia esta promessa:
Tornar real, o sonho em nuvens, primazia! (N)

Olhar no Horizonte


Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut



Olhar no Horizonte

No ardor do seu olhar posso sentir
Algo que é bem mais forte que a luxúria
Por trás deste desejo intenso em fúria,
Existe grande paz a me sorrir... (Camélia)

Sorriso que se acende desde o luzir
Da alvorada, que junto contigo queria
Apaziguar esse amor, que tanto feria
Esse mar, que separa o desejo a unir... (Loucopoeta)

E através do seu olhar vejo minha'lma
que se sorri, transmite toda calma
que sua presença desperta em meu ser (Sheila)

Assim, fico olhando o horizonte,
Desejando teu rosto defronte
ao meu... Num beijo eterno, então viver! (Nice)

Jardim das Ilusões


Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut


Jardim das Ilusões

No jardim das ilusões, faço canções,
De dor, de amor e felicidade, (Nice)
Nestas canções eu canto a verdade
Dos momentos que vivi emoções... (Camélia)

E forma tantas, essas comoções
Sentidas em suave musicalidade...
Me trazendo tão bela claridade
Aos meus olhos, doces sensações! (Loucopoeta)

Sinto a saudade das horas tolas,
Escritas em versos, tocadas soltas,
E em silêncio, te guardo lembrança! (Nice)

Amor, como é difícil esquecer,
E apagar momentos de prazer,
Ver desfazer, a última esperança. (Camélia)

sábado, 12 de julho de 2008

Meu Desejo


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ




Meu desejo


Por você, é tanto,
Que não me importo com quanto,
Passe o tempo, a hora,
Esperar-te-ei, meu encanto,
Em prosa, em verso - meu canto!

Nice Aranha


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Carta da Despedida


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ               ﺅﷲﻼ'ﻼﷲﺅ  



Carta da Despedida

 Sim, eu te peço infinitas vezes que não te ausentes, não te afastes; pois sem ti, falta-me o ar, eu perco a vida... É triste a sina, que me acompanha, quando a tua distância se alastra, eu fico fraca.

No peito dói, forte e intensamente, o desassossego, que não se cala, e nem mesmo grita, atônito se perde no vazio do horizonte eterno, na saudade imensa deste teu silêncio. Cadê teus olhos, tua cor, teu cheiro, o corpo belo que eu amo tanto?...

O que fazer se sem te ver aqui, ao lado meu, a derreter-me toda com tuas carícias?!... Cruel é o tempo que te deixa longe, sem dizer porquê, nem mesmo como, partistes assim sem a despedida.

Na lágrima insistente a rolar-me a face, são só lembranças a abrir meus lábios, no tímido sorriso que muito suave esboço, por trás da farsa, de que ainda posso ser feliz.

Tentando em vão destruir os sonhos, as fantasias e a nossa verdade, que magicamente vivemos em grandes momentos, tão inenarráveis quanto esta dor.

Mas, se as paisagens que se descortinam frente aos meus olhos, em qualquer canto, trazem o teu semblante, como posso amante, dizer a ti, adeus?...

É mais estarrecedor e encantador, saber que o amor é tanto, quanto esta minha dor. E num súbito meu corpo estatela, num desmaio ingênuo, em macia grama, onde ao ver o céu questiono a Deus:

Por quê levastes cedo, aquele a quem amo e sem o qual, não posso mais viver?


Nice Aranha





ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ               ﺅﷲﻼ'ﻼﷲﺅ  
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Suave Perplexidade


Sonetos Comunitários
Comunidade SÓ TROVAS do orkut




Suave perplexidade (Nice)



Às vezes manso, sem fazer alarde, (Ilnea)
Ao reviver, passadas dores, triste,
Teimando sempre este amor insiste, (Nice)
Em me lembrar que o fogo ainda arde. (Ilnea)

Caminho assim, antes que vá tarde,
A eternidade do amor que existe.
Reacendendo este fogo, persiste,
A chama, que assanha e faz covarde. (Nice)

Olhando a chama, ainda que retarde,
O bruxuleio que ainda resiste
Me faz tranqüilo e me invade a alma. (Ilnea)

E vou deixar que, todo ódio _ encarde,
Com a luz do amor, se banhe, aviste!
Tremeluzindo o sonho, a tua calma! (Nice)

Sonhos de vitória


Sonetos Comunitários
Comunidade TROVA E CORDEL do orkut




Sonhos de vitória (Camélia)

Nos meus sonhos tu me encantas, glória,
Em minhas veias, corres, forte, firme,
Sou rei, rainha, parte da história...
Mas ainda existe aquele que afirme, (Nice)

Que muitos guardam na memória,
Tragédias, dores... E o que confirme,
Que o sábio povo, que quer vitória,
Também quer que a honra, se reafirme! (Nice)

E assim, vai se escrevendo a epopéia
Do mundo como se fosse uma aldeia
Narrando sua história em poesia. (Camélia)

Tragédias fazem partes da odisséia,
Muita alegria e dor, nela permeia,
Episódios de amor, cria e recria. (Camélia)

Riso de uma saudade


Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do orkut



Riso de uma Saudade (Nice)

De repente, a saudade vem nos ferir,
Então dói, com tamanha intensidade,
Que mais parece que a felicidade,
Nos nossos rostos, nunca mais quer sorrir. (Nice)

E aos poucos vou sentindo, em dor, partir
Meu coração que nesta atrocidade,
Reclama aos céus, um pouco de piedade
E que amenize a dor que possa vir. (Camélia)

Esta dor que meu peito está a dilacerar...
Quando terá fim... quando se acabará?
Quem sabe, um sorriso ou a luz do teu olhar (Claret)

Possam finalmente meu mundo transformar
Trazendo de volta a feliz realidade
Que um grande amor foi capaz de criar (Claret)

Flor de rara beleza


Sonetos Comunitários
Comunidade ESCANDIR do Orkut



Flor de rara beleza (Camélia)

Pensava, passeando pelo jardim, (Nice)
Bem próximo da vista, ao meu alcance,
Descobri da natura um lindo lance...
Um exemplar de flor rara em carmim (Zé Salvador)

Eu logo percebi que era a chance
De ter aquela flor só para mim,
O seu perfume junto ao do jasmim
Mostrando o paraíso num relance. (Camélia)

Carmim se fez também meu coração,
Enquanto pela trilha ia, e lembrava,
Tuas mãos, teu toque... E toda emoção! (Nice)

Deixei a linda flor, no pé, viver,
E todas as manhãs, a visitava,

A amava então, em cada amanhecer. (Camélia)

sexta-feira, 4 de julho de 2008

O teu sabor


--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------
ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ

O teu sabor



Tem um gosto teu,
Ah! E tão teu, que só eu sei!
Gostoso... e só meu,
Pelo tempo que eu quiser.
Sabor que é o meu, e o teu, prazer!


Nice Aranha


ﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ             ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ
--------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ -----------ﺊﺋﷲﻼ'ﻼﷲﺅ ------